Menu
Busca sexta, 07 de maio de 2021
(67) 99257-3397

EUA quer investigação sobre fraudes nas eleições da Venezuela

16 agosto 2004 - 23h04

Os Estados Unidos discordaram nesta segunda-feira dos observadores internacionais que confirmaram a vitória do presidente da Venezuela, Hugo Chávez, no referendo sobre seu mandato e pediram uma investigação rápida, completa e transparente das acusações de fraude feitas pela oposição. O departamento de Estado "tomou nota" do trabalho dos observadores da Organização dos Estados Americanos (OEA) e do Centro Carter, mas o governo americano ainda não está pronto para aceitar o veredicto de que Chávez venceu o referendo do domingo. "Tomamos nota do anúncio da OEA e do Centro Carter de que sua rápida contagem confirmou os resultados preliminares do Conselho Nacional Eleitoral (CNE)", disse Tom Casey, porta-voz do departamento de Estado. "Também tomamos nota de sua proposta de trabalhar com a oposição para realizar uma investigação completa dos resultados e examinar qualquer preocupação que tenha surgido", acrescentou. "Incentivamos o CNE a permitir uma auditoria transparente para enfrentar qualquer preocupação e garantir aos cidadãos venezuelanos que o referendo foi livre e justo", declarou Casey aos jornalistas. A OEA e o Centro Carter avalizaram nesta segunda-feira os resultados divulgados pelo CNE, segundo os quais Chávez desferiu um golpe contundente na oposição, ao vencer o referendo por mais de 57% dos votos. Embora os EUA relutem em corroborar a avaliação destes dois organismos, um funcionário do departamento de Estado que pediu para não ser identificado disse que o governo americano não está convencido de que as denúncias da oposição estejam corretas. "Se a oposição sente que tem provas críveis de fraude, precisa apresentá-las", afirmou a fonte. "(A eleição) deve ser revista e observada. Uma vez que isso aconteça, então, em tese, temos algo sobre o qual todos estamos de acordo e podemos viver com isso", acrescentou.O funcionário ressaltou que o pronunciamento da OEA e do Centro Carter se baseia apenas em resultados preliminares divulgados pelas autoridades eleitorais venezuelanas e defendeu que se faça uma verdadeira avaliação após o anúncio final dos resultados."O Conselho Nacional Eleitoral ainda não tem seus resultados finais, de modo que não estamos em posição de dar isso por encerrado", comentou. O presidente venezuelano acusa os Estados Unidos de financiarem a campanha para derrubá-lo e insiste que Washington esteve por trás da tentativa de golpe de abril de 2002.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Jovens são flagrados transportando pasta base de cocaína na MS-386
TRÁFICO DE DROGAS
Jovens são flagrados transportando pasta base de cocaína na MS-386
Saiba o que são e como ganhar dinheiro com infoprodutos
NEGÓCIOS & CIA
Saiba o que são e como ganhar dinheiro com infoprodutos
BRASIL
Acordo sobre quebra de patente pode levar meses, dizem especialistas
Após colidir com moto em poste, jovem morre no HV
DOURADOS
Após colidir com moto em poste, jovem morre no HV
Unidades educacionais tem espaço ideal para divulgar serviços no caderno "Educação" do Dourados News
EDUCAÇÃO
Unidades educacionais tem espaço ideal para divulgar serviços no caderno "Educação" do Dourados News
ESCOBART
PF deflagra operação contra o tráfico após flagrar homem recebendo ecstasy via Correios
REGIÃO
Casal em moto morre após colidir contra carreta na MS-145
DOURADOS
Prefeitura corrige decreto e dá mais duas horas de expediente ao comércio no sábado
BR-163
Viatura da PRF estava com três ocupantes quando colidiu contra carreta em rodovia
TRÂNSITO
Detran/MS promove nesta sexta-feira "live" sobre o Maio Amarelo

Mais Lidas

DOURADOS
Mulher presa com armas, drogas e veículos mantinha relacionamento com interno da PED
DOURADOS
Pancadaria em motel termina na delegacia com três pessoas detidas
JÓQUEI CLUBE
Jovem é presa em Dourados com armamento de uso restrito, drogas e veículo clonado
DOURADOS
Carga de tijolos cai de caminhão em rotatória na Coronel Ponciano; veja vídeo