Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021
(67) 99257-3397

Estudantes denunciam Medianeira ao Procon

20 agosto 2009 - 16h22


Um grupo de estudantes que ontem utilizaram um ônibus da empresa Medianeira de transporte coletivo para irem até a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) e a UEMS (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul) denunciaram a empresa ao PROCON (Procuradoria de Proteção e Defesa do Consumidor) de Dourados.

Segundo os acadêmicos, ao chegar à frente da Universidade, constataram que o local estava sem luz e não desceram do coletivo porque chovia forte. De acordo com os relatos, a confusão iniciou após o motorista pedir para que os universitários descessem do ônibus e pagassem novamente a passagem para voltar ao terminal. Alguns cederam e outros continuaram dentro do veículo e inclusive acionaram a polícia.

Nos ‘boletins’ consta que os consumidores passaram por “transtorno e constrangimento” diante da situação e ainda poderá entrar judicialmente contra a empresa diante dos fatos.
Eles afirmam que outros ônibus trouxeram os alunos sem pagar e que não houve negociação, por isso acionaram a polícia. “Deixaram a gente no escuro. A polícia foi até la pela falta de respeito”, disse uns dos alunos.

O diretor da Medianeira Dourados, Marcelo Saccol, diz que ficou impressionado com o ocorrido. Ele explica que se a universidade estava sem luz não era culpa da empresa e que os estudantes teriam sido avisados por outros estudantes, já no transbordo, que não haveria aula. “O que o transporte público tem a ver com isso?”, diz ele indignado.

Sacool disse que o papel da empresa é garantir o transporte a segurança para os estudantes. “Não vamos para universidade porque está sem luz? Independente se tem ou não tem é o nosso trabalho. Não vamos confundir alhos com bugalhos”, afirma o diretor.

Com relação a chamarem a polícia, Saccol explicou que vai apurar os fatos e que, até onde ele sabe, a polícia também concordou que os estudantes deveriam pagar a passagem de volta. O diretor disse ainda que o final da linha é a Universidade e que o motorista foi gentil em voltar antes do previsto, as 22h35. “Quer dizer então que vou para Campo Grande, por exemplo, e se esqueci algum objeto e volto para buscar não vou pagar a passagem?”, concluiu.

Esse não é o primeiroa conflito relacionado aos estudantes e a empresa. Desde junho as discussões rodaram em torno do aumento na tarifa do transporte, que subiu de R$ 1,80 para R$ 2, com pagamento pelo cartão, de R$ 2 para R$ 2,30 para pagamento em dinheiro (15% de alta) e do passe estudantil, que passou de R$ 1,00 para R$ 1,15.
Veja as matérias relacionadas aqui:
Em nota, DCE repudia aumento da tarifa do ônibus  
 



 
Universitários organizam protesto contra aumento da tarifa  
 



 
MPE está investigando a Medianeira de Dourados

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso transportando pacotes de skunk em fundo falso de carro
NOVA ANDRADINA
Homem é preso transportando pacotes de skunk em fundo falso de carro
LEGISLATIVO DE MS
Projeto que pune 'fura-fila' de vacina é aprovado na Assembleia de MS
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
PANDEMIA 
MS se aproxima de 700 hospitalizados por coronavírus e UTI's/SUS estão lotadas
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
CULTURA
Intervenções urbanas de música serão realizadas na Praça Antônio João
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
BRASIL
PF desarticula grupo especializado em tráfico internacional de drogas
REGIÃO
Três são detidos e polícia desarticula rede de comércio de drogas em cidade de MS
PANDEMIA
MS é o estado que mais aplicou as duas doses da vacina contra a Covid-19
LEGISLATIVO DE MS
Estado pode ter lei que assegura os direitos das mulheres que sofram perda gestacional
ESTADO
Aberta seleção de médicos, farmacêutico e técnico de enfermagem para atuação na Agepen
ESTADO
Plantio do milho passa de 388 mil hectares e chuva pode atrasar ainda mais

Mais Lidas

DOURADOS 
Vídeo mostra momento da colisão entre veículos em Dourados
NOVA DOURADOS
Colisão entre veículos deixa pessoa gravemente ferida em Dourados
PANDEMIA 
Secretário alerta para nova variante do coronavírus na região da Grande Dourados
TRAGÉDIA
Douradense que morreu em acidente no interior de SP tinha 58 anos