Menu
Busca sábado, 06 de junho de 2020
(67) 99659-5905
ESTADO

Estiagem e baixa umidade do ar devem predominar nos próximos meses

28 março 2020 - 13h00Por Portal MS

Baixo volume de chuva e tempo seco são características típicas da estação iniciada no dia 20 de março. Conforme prognóstico para o outono 2020 do meteorologista da Uniderp, Natalio Abrãao, o volume de chuvas será baixo para o período. “As chuvas no Mato Grosso do Sul começam a reduzir-se gradualmente com volumes cada vez menores”, afirma.

Paras as regiões sudoeste e sul, entre Ponta Porã e Mundo Novo há estimativa de baixo volume de chuva, predominando a estiagem. “Deve chover mesmo que ocorra em pouco volume com alta frequência de nevoas, fumaças e nevoeiros”. Para a Capital, o prognóstico indica que as chuvas podem diminuir a cada mês, podendo ter períodos de estiagens com mais de 25 dias.

Na região norte a baixa probabilidade de chuva é ainda maior, e consequentemente os períodos de estiagem serão mais consistentes favorecendo as queimadas na região norte e oeste do estado.

O meteorologista explica a condição climatológica esperada para os próximos meses é de neutralidade. “Daqui para frente, as probabilidades de neutro são maiores que as de El Niño ou La Niña para todas as estações até a temporada final de outubro a dezembro”, pontua.

Para o mês de abril as condições esperadas são de que todas as regiões ficarão dentro das médias históricas de chuva no estado. Na região central, há grande chance de estiagem pois o volume de chuvas deve ficar abaixo do esperado.

O mês de maio será de estiagem generalizada, e há possibilidade de aumentar o número de queimadas em todo Estado. A distribuição da chuva segue de maneira irregular, e haverá municípios com pouquíssima chuva no centro-sul do estado, e ausência dela no nordeste e oeste. Para a região norte as chuvas ocorrem dentro da média.

O mês de junho, último mês da estação, será o mais crítico devido a uma forte anomalia de chuva, ocasionando falta total de chuva em Mato Grosso do Sul. Conforme prognóstico, a estiagem segue com umidade em declínio e valores de alerta para queimadas. Nos municípios das regiões norte, central, e sudoeste pode ocorrer valores abaixo de 5 milímetros de chuvas irregulares, associadas a baixas temperaturas, com névoa seca e fumaça frequente. Para as regiões leste e oeste, não há possibilidade de chuvas. 

Sobre os períodos de estiagem, o meteorologista ressalta. “Pode ocorrer com média duração de 25-30 dias com pequena chance de se intensificar acima de 35 dias. Mas, já está confirmada a primeira massa de ar mais fria a partir de meados de abril intercalados com chuvas isoladas e rápidas”.

Tempo seco

Para todas as regiões deve persistir a umidade relativa média de 80% pela manhã. Os valores caem bastante durante a tarde podendo atingir níveis de atenção, alerta e emergência entre 30% e 12%.

A umidade baixa aumenta a névoa-seca, a poeira, e a possibilidade de queimada se torna mais frequente. Portanto, o período exige atenção redobrada. Entre as principais recomendações da Defesa Civil estão: ingerir bastante líquido, manter a pele hidratada, evitar exposição ao sol em horários mais quentes do dia, e não atear fogo em lixos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CHAPADÃO DO SUL
Depois de fugir do cativeiro, professor passou noite escondido em mata
INQUÉRITO
Presidente da Fundação Palmares será investigado por suspeita de racismo
TRÊS LAGOAS
Traficante tenta se esconder embaixo da cama após batida da Polícia
TECNOLOGIA
Detran/MS explica passo a passo como obter licenciamento através de aplicativo
TRÊS LAGOAS
Homem condenado a 10 anos de prisão por estuprar criança é preso
EDUCAÇÃO
IFMS abre inscrições para cursos técnicos presenciais na terça-feira
EDUCAÇÃO
Enem 2021 pode ser suspenso por falta de recursos, alerta MEC em ofício
CAMPO GRANDE
Motorista pede para completar tanque e foge sem pagar R$ 187
LAVA JATO
PGR denuncia Arthur Lira, um dos líderes do 'Centrão', por corrupção passiva
POLÍCIA
Tenente estava a 125 km/h quando matou professora em acidente, diz perícia

Mais Lidas

PANDEMIA
Em disparada, casos de Covid-19 tem novo recorde diário e passam de 400 em Dourados
DOURADOS
Suspeito de apontar arma na cabeça de motoboy para roubar veículo é apreendido
DOURADOS
Empresário que vendeu gasolina sem imposto vê tributo mal usado no país
DOURADOS
Polícia descobre central que abastecia “bocas de fumo” e prende traficante