Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
VÔLEI

STJD denuncia Carol Solberg após fala política "Fora Bolsonaro"

28 setembro 2020 - 21h20Por GE

Carol Solberg foi denunciada, nesta segunda-feira, pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), por causa da manifestação política contra o presidente da República Jair Bolsonaro. No último dia 20 de setembro, após conquistar medalha de bronze do Circuito Nacional, a atleta de vôlei de praia gritou "Fora Bolsonaro" em entrevista ao vivo que estava sendo transmitida pelo SporTV2. O Subprocurador Geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) do Voleibol, Wagner Dantas, encaminhou a denúncia para a secretaria do STJD, que agora será autuada e designada para a sessão de julgamento. Carol ainda será intimada para apresentar defesa.

Carol Solberg foi denunciada com base nos artigos 191 e 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O primeiro deles faz alusão ao cumprimento do regulamento da competição: "deixar de cumprir, ou dificultar o cumprimento de regulamento, geral ou especial, de competição". E o segundo à atitude antidesportiva: "assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva não tipificada pelas demais regras deste Código à atitude antidesportiva".

Sobre possíveis punições, no caso do artigo 191, Carol pode receber multa entre R$ 100,00 e R$ 100 mil ou ser apenas advertida. No caso do 258, a atleta pode ser vetada de competir de uma a seis partidas, bem como ser suspensa de 15 a 180 dias. O segundo artigo também prevê substituição de pena por advertência.

Em caso de veto em evento organizado pela Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), Carol pode ser punida já na próxima etapa do Circuito Nacional, marcada para o dia 15 de outubro, na bolha da CBV, montada dentro dos protocolos sanitários no Centro de Treinamento em Saquarema. Segundo o Procurador Geral do STJD Fábio Lira, o julgamento deve acontecer ante disso, ainda na próxima semana e virtualmente.

- O tema é bastante complexo e rico e tenho certeza que a comissão que ficar responsável pelo julgamento abrilhantará ainda mais o debate sobre o tema - disse o Procurador Geral do STJD do Voleibol, Fábio Lira.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
UEMS oferta mais de 400 vagas para cursos de graduação EaD em 12 polos
PEDRO GOMES
‘Benzedeira do PCC’ promete amor de volta e mulher perde R$ 17 mil
LEVANTAMENTO
Dourados mantém saldo positivo de empregos pelo quinto mês seguido
DOURADOS
Investigação termina com apreensão de adolescente, drogas, arma e munições
BRASIL
Barroso pede a candidatos que sigam alertas para evitar covid-19
MATO GROSSO DO SUL
Governador autoriza promoções e progressões para Bombeiros e Polícia Militar
CLIMA
Chuva acumulada em Dourados pode superar média histórica de outubro
BRASIL
Criação de empregos em setembro atinge melhor nível em dez anos
COTAÇÃO
Dólar perde força ao longo do dia, mas fecha em alta novamente
ELEIÇÕES 2020
Rádio Coração promove entrevistas com candidatos a prefeito de Dourados

Mais Lidas

DOURADOS
Enquanto filma chuva, interno mostra ‘plantação’ de maconha em cela da PED
BR-463
Homem para carro em bloqueio, desce atirando e morre em confronto com a polícia
PANDEMIA
Menino de 5 anos é a primeira criança a morrer de coronavírus em MS
PROCURADO
Acusado pela morte de ator falsificou documento e disse ter nascido em MS