Menu
Busca sábado, 27 de novembro de 2021
Dourados
35°max
19°min
Campo Grande
32°max
21°min
Três Lagoas
35°max
22°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
PARADESPORTO

MS começa as Paralimpíadas Escolares 2021 com 36 medalhas conquistadas

25 novembro 2021 - 09h45Por Da Redação

Mato Grosso do Sul iniciou as Paralimpíadas Escolares 2021 com força total e conquistou 36 medalhas (13 ouros, 13 pratas e 10 bronzes) nesta quarta-feira (24), primeiro dia da competição realizada no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo (SP). As disputas da maior competição do mundo para atletas com deficiência em idade escolar seguem até sexta-feira (26).

Os 72 paratletas de Mato Grosso do Sul disputam sete das 13 modalidades presentes nas Paralimpíadas: atletismo, bocha, futebol de sete (para paralisados cerebrais), judô, natação, parabadminton e tênis de mesa. Ao todo, segundo o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB), o evento conta com 902 atletas, de 25 unidades da federação.

O atletismo foi a modalidade com o maior número de medalhas asseguradas no primeiro dia de provas, totalizando 26. Destas, nove são de ouro, 10 de prata e sete de bronze. A natação vem logo atrás, ao conquistar oito medalhas (três ouros, três pratas e dois bronzes). O judô chegou ao pódio duas vezes, levando um ouro e um bronze. As demais modalidades ainda estão em fase classificatória e não definiram seus medalhistas.

Allan Diogo Robim foi o responsável por faturar a primeira medalha para o estado na 14ª edição das Paralimpíadas Escolares. O estudante-paratleta de 16 anos garantiu a prata nos 100 metros, na classe T13 (deficiência visual). “Eu sempre sinto orgulho por representar o meu estado. Esse é meu terceiro ano e sempre estou tentando ganhar medalhas. Não parei de treinar [na pandemia], estou aqui de novo e com medalha no peito”, destaca. O sul-mato-grossense leva mais uma medalha para casa, ao terminar em segundo no salto em distância.

Ex-árbitra de atletismo, Katia da Silva Peres já esteve em grandes eventos nacionais, como a Corrida Internacional de São Silvestre e diversas edições de campeonatos brasileiros da modalidade. No entanto, participa pela primeira vez de uma competição paralímpica como técnica. “É uma experiência inesquecível, uma diversidade tão grande que fico maravilhada, principalmente com a questão da superação e a garra de muitos atletas. São exemplos para a vida”, confessa. A treinadora de Rio Brilhante, logo na estreia, viu sua atleta, Maisa Ferreira dos Santos, ganhar o ouro nos 75 metros sub-16, na classe T54 (deficiência física).

Quem também acompanhou de perto mais um ouro para Mato Grosso do Sul foi Ivanilde Pinheiro, de 49 anos, mãe do nadador Gustavo Pinheiro da Cunha, que foi o melhor nos 25 metros livre sub-14, pela classe S8 (deficiência física). O nervosismo tomou conta a cada deslize na piscina e ao ver que se filho bateu em primeiro, Ivanilde não conteve as lágrimas. “Me emocionei porque é uma luta muito grande de reconhecimento na sociedade. Uma criança com deficiência passa por muito preconceito na vida, é vista de outra forma e tem de demonstrar que é capaz”, relata.

Esta é a primeira vez que o atleta, de 11 anos, participa da maior competição paradesportiva escolar do planeta. Gustavo foi diagnosticado com mielomeningocele (malformação congênita da coluna vertebral) e tem a natação como ferramenta essencial de fisioterapia. “O esporte abre portas e abriu para o meu filho. Além de se sentir incluído, a natação traz benefícios ao corpo dele”, completa Ivanilde.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA
Senado vai analisar projeto sobre gravação de ações policiais
POLÍTICA
Câmara pode votar na terça-feira PEC que mantém benefícios fiscais para empresas de tecnologia
ESPORTE
Brasil lidera quadro de medalhas nos Jogos Pan-Americanos Júnior
Motociclista fica ferida após passar sobre buraco e cair
DOURADOS
Motociclista fica ferida após passar sobre buraco e cair
Homem armado invade Pet Shop e leva dinheiro e celular
DOURADOS
Homem armado invade Pet Shop e leva dinheiro e celular
ARTIGO
Lamentam as mortes e agora vão pular carnaval?
EDUCAÇÃO
Ensino a distância conquista adeptos e aumenta após fim de restrições
DOURADOS
Ladrões retiram portão e furtam moto da garagem de residência
CAMPO GRANDE
Motorista bate em caçamba de entulho, é lançado para fora do carro e morre
DIREITO DO CONSUMIDOR
Procon/MS registra 107 procedimentos durante Black Friday

Mais Lidas

ESTUPRO DE VULNERÁVEL
Jovem é preso após manter relacionamento com menina de 11 anos em Dourados
DOURADOS
Menina diz que mantinha relações sexuais com acusado de estupro desde os 10 anos
AÇÃO CONJUNTA
Dourados terá operação 'Lei Seca' para conter bebedeira no trânsito após final da Libertadores
DOURADOS
Acusado de estupro tem prisão preventiva decretada e é transferido para a PED