Menu
Busca segunda, 19 de abril de 2021
(67) 99257-3397
FUTEBOL

Lances de mão na bola terão novas regras; entenda o que muda

05 março 2021 - 21h20Por G 1

A International Board (IFAB), órgão responsável pela gestão das regras do futebol, decidiu alterar mais uma vez as orientações sobre lances de mão na bola. Após sua 135ª assembleia geral anual, em vIdeoconferência, a entidade emitiu uma nota indicando que "a interpretação nem sempre tem sido consistente" em lances do tipo e reiterou que o resumo da regra é: será infração toda vez que a mão ou o braço expandir a área do corpo de forma não natural.

- Considera-se que um jogador tornou seu corpo anormalmente maior quando a posição de sua mão/braço não é uma consequência ou justificável pelo movimento corporal do jogador para aquela situação específica. Por ter sua mão/braço nessa posição, o jogador corre o risco de sua mão/braço ser atingido pela bola e ser penalizado - diz a IFAB.

A principal alteração fica por conta dos lances de ataque, nos quais qualquer toque na mão, mesmo sem intenção, geravam infrações. Agora, só serão anulados os toques que ocorrerem direto para o gol ou imediatamente antes das finalizações. O documento detalha as situações nas quais deve ser marcada a infração, quando:

O jogador tocar a bola deliberadamente com a mão/braço, por exemplo, movendo a mão/braço em direção à bola;

O jogador tocar a bola com a mão/braço quando isso torna seu corpo anormalmente maior;

Em lances de ataque, a bola ir diretamente da mão/braço para o gol, mesmo que acidentalmente, ou o jogador finalizar após a bola tocar sua mão/braço, mesmo que acidentalmente.

As alterações entrarão em vigor a partir do dia 1º de julho, mas cabe aos campeonatos flexibilizar o prazo para atender as diferentes realidades de calendário. A IFAB confirmou a manutenção do conceito de que a região imediatamente abaixo da axila é válida, sem configurar toque no braço, e que o mesmo pensamento deve ser usado para as situações de impedimento.

A reunião também abordou os testes das substituições extras em caso de concussão, permitidos desde o ano passado. O movimento continuará até agosto de 2022, com o uso da regra em competições oficiais, e, então, será decidido se a possibilidade estará efetivada entre as leis do jogo.

Houve conversa sobre a manutenção das cinco substituições por equipe a cada jogo - regra alterada temporariamente por conta da pandemia da Covid-19. E a conclusão foi de que o impacto do momento sanitário do planeta deve seguir sob observação. E os membros da IFAB receberam atualizações sobre inovações relacionadas ao VAR, que poderiam permitir o uso da tecnologia em ligas de menor orçamento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em mais um ciclo de Colações Virtuais, UEMS forma 280 profissionais
EDUCAÇÃO
Em mais um ciclo de Colações Virtuais, UEMS forma 280 profissionais
Família aciona polícia após mulher morrer com traqueia perfurada
Com 100% dos leitos ocupados, Dourados tem 16 pacientes na lista de espera por UTI Covid
PANDEMIA
Com 100% dos leitos ocupados, Dourados tem 16 pacientes na lista de espera por UTI Covid
Homem dá tapa no rosto de esposa e a faz descer do carro com a filha
Prefeitura prorroga medidas restritivas contra a Covid e mantém 'lei seca' após as 21h
DOURADOS
Prefeitura prorroga medidas restritivas contra a Covid e mantém 'lei seca' após as 21h
LAGUNA CARAPÃ
Três veículos com produtos de descaminho são apreendidos em rota de contrabando
FERIADÃO
Comarca de Miranda não terá expediente entre hoje e quarta
BRASIL
Após uma semana, vacinação contra gripe atinge 1,8% do público-alvo
REGIÃO
Trabalhadores rurais encontram corpo carbonizado às margens da BR-163
BR-463
Veículo furtado em São Paulo é recuperado pela polícia

Mais Lidas

ASSALTO
Mulher tem carro roubado ao parar no semáforo em Dourados
POLÍCIA
Irmãos morrem após serem atropelados por caminhonete em rodovia
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto