Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020
(67) 99659-5905
FUTEBOL

Internacional e Athletico-PR disputam final da Copa do Brasil 2019

18 setembro 2019 - 09h21Por Da Redação

Nesta quarta-feira, Internacional e Athletico Paranaense definem o título da Copa do Brasil 2019. No Beira Rio, a bola rola às 20h30 (MS) para o confronto entre as duas equipes. No jogo de ida, vitória por 1 a 0 do Furacão, que pode até empatar para ficar com a taça. A promessa é de casa cheia em Porto Alegre (RS).

Em entrevista coletiva nesta terça-feira, o atacante Paolo Guerrero, do Internacional, destacou o papel da torcida na decisão. Autor de dois gols na semifinal, no Beira Rio, o peruano reconheceu a qualidade do Athletico, mas mostrou confiança no Colorado em casa.

"Uma decisão como essa a gente tem o fator casa. É sempre importante. Perdemos como visitante e definimos os 90 minutos aqui. Essa chance é linda, de decidir aqui em casa Respeitamos muito o time do Athletico, que é muito qualificado, joga bem com a bola, são bem dotados tecnicamente, não têm pressa, fazem seu jogo. Mas acho que amanhã vai ser diferente", analisou o atacante, segundo o portal da CBF.

Um mandante forte x um visitante discreto

Para ser campeão, o Athletico precisará contrariar um retrospecto ruim nesta temporada. Segundo levantamento do globoesporte.com, o Furacão tem apenas 18,5% de aproveitamento longe de seus domínios no ano (sem contar com os jogos do Estadual). O Inter, por sua vez, só perdeu no Beira Rio no Campeonato Gaúcho. Na Libertadores, no Brasileirão e na Copa do Brasil, o Colorado ainda não sabe o que é sair derrotado de sua casa.

Dois dos principais jogadores de cada equipe, Bruno Guimarães e Paolo Guerrero chegam com a moral elevada para a decisão. Eles concorrem ao prêmio de Melhor Jogador da Copa do Brasil. Cada um em sua posição, são peças-chave para o bom desempenho de Athletico Paranaense e Internacional na noite desta quarta-feira.

Meio-campista completo, Bruno Guimarães funciona tanto como organizador quanto como definidor das jogadas do Furacão. Não foi à toa que decidiu o jogo de ida, mostrando oportunismo e presença de área com um belo gol.

Guerrero, por sua vez, é o atual artilheiro da Copa do Brasil, com cinco gols, e pode se isolar ainda mais nesta quarta. Na partida de volta das semifinais, contra o Cruzeiro, também no Beira Rio, a estrela do peruano brilhou. Ele marcou os dois primeiros gols na vitória por 3 a 0 que garantiu a vaga do Inter na decisão.

Premiação milionária e vaga na Supercopa

Além de um dos títulos mais importantes do futebol brasileiro, a Copa do Brasil pode garantir, de cara, várias outras conquistas relevantes para Inter ou Athletico Paranaense. De cara, quem levantar a taça ficará com uma premiação milionária: são R$ 52 milhões para o ganhador da competição. O vice fica com R$ 21 milhões.

Além disso, o campeão garante uma vaga na Supercopa do Brasil, uma competição inédita com início previsto para 2020. O torneio reunirá o campeão da Copa do Brasil com o campeão do Campeonato Brasileiro. Não menos importante, o título da Copa do Brasil ainda garante participação na Taça Libertadores da América do ano que vem.

Pelo fim do jejum nacional

O duelo reúne dois clubes que tentam encerrar um longo jejum de conquistas nacionais. O Athletico foi campeão do país pela última vez em 2001 e bateu na trave em 2013, com o vice-campeonato da Copa do Brasil. Já o Inter não sabe o que é erguer uma taça nacional há 27 anos. Sua última conquista foi na Copa do Brasil de 1992. O Colorado ainda disputou outra decisão, em 2009, mas acabou derrotado pelo Corinthians.

Entre os jogadores titulares do Athletico Paranaense, apenas um é remanescente da final de 2013: o goleiro Santos. Na época, era reserva de Weverton, hoje no Palmeiras. O atacante Marcelo Cirino também estava naquele elenco, mas já está em sua segunda passagem pelo Athletico, depois de rodar por alguns clubes (inclusive o Inter).

No Colorado, é o argentino Andes D'Alessandro que tem a chance de uma revanche após a final de 2009. Hoje capitão do time, D'Ale tinha 28 anos de idade quando foi derrotado pelo Corinthians na final. O segundo jogo da decisão foi no Beira Rio e o argentino ficou marcado com uma expulsão perto do fim do jogo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Consumidor poderá tirar dúvidas sobre valor cobrado na conta de luz
BRASIL
Decotelli atualiza o currículo e diz que foi ministro da Educação por seis dias
MS
Mais de 6,8 mil materiais produzidos nas mãos de reeducandos garantem maior proteção em atendimentos no HR
ESPORTES
Partida entre Fluminense e Botafogo será transmitida em TV aberta
REGIÃO
PMA autua arrendatária de fazenda em R$ 9 mil por irregularidades com agrotóxicos
SAÚDE PÚBLICA
Macrorregião de Campo Grande já tem 73% do leitos de UTI disponíveis ocupados
ESPORTES
Projeto UEMS Karate JKA faz treinos ao vivo online durante pandemia
REGIÃO
Agepen dobra altura do muro do presídio de Caarapó para reforço na segurança
BRASIL
Rodrigo Maia defende importância de sindicatos
DOURADOS
Presidente da Câmara lamenta morte de secretário e pede esclarecimento dos fatos

Mais Lidas

POLÍCIA
Assassinado no Izidro é secretário de Agricultura Familiar de Dourados
PANDEMIA
Mulher morre de covid-19 logo após dar à luz em Dourados
DOURADOS
Ex-funcionário é o suspeito de matar secretário de Agricultura
CAMPO GRANDE
Jovem que estava desaparecida é encontrada morta