Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397

Gareca não resiste a maus resultados e é demitido pelo Palmeiras

01 setembro 2014 - 16h05

A diretoria do Palmeiras se reuniu nesta segunda-feira à tarde e definiu que Ricardo Gareca não é mais treinador do clube. A decisão foi tomada na Academia de Futebol com a presença do técnico. A derrota do time contra o Internacional no sábado, 1 a 0, no Pacaembu, somada a maus resultados ao longo do Brasileirão foram determinantes para a queda do argentino de 56 anos.

O Palmeiras faz péssima campanha no Nacional. São 17 pontos em 18 jogos, em 16º lugar, uma posição acima da zona de rebaixamento. Em 13 jogos sob seu comando, o Palmeiras venceu quatro vezes, empatou uma e perdeu oito vezes.

"A Sociedade Esportiva Palmeiras agradece os serviços prestados pelo técnico e deseja sorte na sequência de sua carreira", destacou o Palmeiras em seu site oficial.

Dorival Júnior é o nome preferido para assumir o comando técnico. Na vaga de Gareca, o Palmeiras será dirigido interinamente por Alberto Valentim, que já comandou a equipe em sete jogos no ano (quatro vitórias, um empate e duas derrotas).

A demissão de Gareca vai em desencontro com o discurso propalado pela diretoria alviverde até pouco tempo atrás.

A cada derrota, os dirigentes destacavam que Gareca não era o culpado, enfatizando a necessidade da manutenção da filosofia de trabalho para que o time se ajustasse. Mas o posicionamento dos diretores não resistiu a seguidos tropeços da equipe.

Indagado no sábado à noite sobre a possibilidade de cair (pouco após a derrota contra o Inter), Gareca informou que não tinha intenção de largar o trabalho. Ele havia destacado o apoio da diretoria.

"É um momento difícil e duro, mas estou convencido do meu trabalho e o que eu posso dar. A diretoria confia em nós, e eu seguirei até as últimas consequências. Eu creio no plantel e quero devolver a confiança que a diretoria me deu quando me contratou. Não quero sair dessa maneira", afirmou Gareca ao site oficial do Palmeiras, no sábado.

"Não quero sair desta maneira. Dirigir um time no Brasil e ainda o Palmeiras é o melhor que já passou em minha carreira. Quero seguir, não quero deixar o Palmeiras nessa situação", acrescentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Inscrições para programa "MS Cultura Cidadã" terminam hoje
REGIÃO
Procon/MS defende PIX e alerta consumidor não cair em golpes
Tronco de árvore em carreta "escondia" cocaína avaliada em R$ 28 milhões
ELDORADO
Tronco de árvore em carreta "escondia" cocaína avaliada em R$ 28 milhões
GERAL
Ministro Dias Toffoli participa de evento no TRE/MS nesta sexta-feira
BENEFÍCIO
Projeto na Fazenda Experimental da UFGD abre seleção para bolsista
CAMPO GRANDE
Conferência Regional de Assistência Social acontece a partir desta quinta
CAPITAL
Homem é assassinado a tiros na frente de condomínio
TEMPO
Sexta-feira de sol com algumas nuvens em Dourados; não chove
RIO VERDE
Acusado de incendiar casa com a ex-mulher dentro é preso
MUDANÇAS NOS RELÓGIOS
Com crise hídrica, governo pede novo estudo sobre horário de verão

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central