Menu
Busca terça, 28 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ESPORTE

Filipe Luís elogia perfil: “Dunga faz com que o time se acostume a ganhar”

03 setembro 2014 - 15h00

Filipe Luís ficou fora das Copas do Mundo de 2010 e de 2014 por detalhes. Na primeira sob o comando de Dunga, não foi chamado por uma contusão. No torneio no Brasil, por opção de Luiz Felipe Scolari. Agora, de volta à seleção brasileira, o lateral-esquerdo do Chelsea definiu a diferença entre os dois treinadores.

- O Dunga fez apenas um treino e é cedo para falar de filosofia de jogo. O Felipão tem ideias como qualquer outro treinador. Mas o que eu mais admiro do Dunga é o espírito ganhador que ele tem. Ele faz com o que o time se acostume a ganhar. O time ganhou mais de 30 jogos seguidos com ele e admiro muito isso.

O lateral afirmou não ter mágoa de Felipão por ter ficado fora da Copa. Até admitiu ter falado de cabeça quente sobre a não convocação, mas falou que o treinador foi importante para a sua evolução pessoal.

- Só tenho palavras boas para falar do Felipão. Como pessoa, ele me ajudou muito. Fez muito por mim e não tenho que falar.

Em relação ao perfil de Dunga, Filipe Luís também foi só elogios.

- Conheço o Dunga dez 2009 e sei do seu caráter de como ele protege os seus jogadores. É fundamental na Seleção com toda pressão que existe. É preciso ter um técnico que faça esse trabalho sujo, que dê a cara por todos.

Questionado sobre ter 29 anos e a chance de disputar a Copa com 33, Filipe Luís afirmou que vai fazer o possível para manter o nível de atuações. Segundo o jogador, a idade não será problema até 2018.

- Estou na melhor idade para um jogador. Depois dos 30, você tem mais resistência. Não é a mesma coisa de um atacante veloz. Nunca me senti tão bem como me sinto agora. Vou estar bem até uns 36 anos.

Filipe Luís afirmou ainda que o grupo precisa recuperar a confiança após o fiasco na Copa do Mundo já nos dois primeiros compromissos da nova era Dunga.

- Temos vários jogos importantes, amistosos, Copa América. O mais importante é pensar no grupo, recuperar a identidade vitoriosa e só assim a confiança do grupo inteiro vai voltar – analisou o lateral.

Na sexta-feira, às 22h (Brasília), o Brasil vai enfrentar a Colômbia, em Miami. Quatro dias depois, o rival será o Equador, em Nova Jersey.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOVA ANDRADINA
Ex-vereador é preso por furtar insumos agropecuários de prefeitura
Detran-MS encerra curso de agente de trânsito com blitz em Dourados
GERAL
Detran-MS encerra curso de agente de trânsito com blitz em Dourados
CAPITAL
Detento de 37 anos é encontrado morto em cela de Presídio
FUTEBOL
Uefa e Conmebol anunciam a criação da Super Copa dos Campeões
Polícia prende investigado por estupro de vulnerável
REGIÃO
Polícia prende investigado por estupro de vulnerável
Fundação de Cultura divulga relação dos beneficiados no "MS Cultura Cidadã"
SAÚDE
Pfizer pede à Anvisa que avalie eficácia de terceira dose da vacina
MARACAJU
Ex-prefeito ficará em prisão domiciliar e usará tornozeleira eletrônica
IMUNIZAÇÃO
Dourados aplicará dose 2 da vacina contra Covid nesta quarta-feira
DOURADOS
Com drogas em caixas de erva de tereré, interno da PED é autuado por tráfico

Mais Lidas

REGIÃO
Acidente entre Dourados e Fátima do Sul matou mulheres e deixou policial ferido
EXECUÇÃO
Justiceiros matam mais um na fronteira e deixam recado
DOURADOS
Mulher é agredida em discussão e desfere golpe de faca no órgão genital do companheiro
HOMICÍDIO
Com tiros na cabeça e peito, jovem é executado em Pedro Juan Caballero