Menu
Busca domingo, 12 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ESPORTE

Equipe sul-mato-grossense traz medalhas do 70º Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa

27 janeiro 2020 - 14h05Por Redação

A equipe de Mato Grosso do Sul voltou da 70ª edição do Campeonato Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa, realizado de sexta-feira (24.01) a domingo (26.01) no Ginásio de Esportes Dorival Raymundo e na Sociedade Beneficente e Recreativa Itupeva, a 71 quilômetros de São Paulo, com três medalhas conquistadas.

A delegação sul-mato-grossense, formada por 26 atletas da Associação Esportiva e Cultural Nipo Brasileira (AECNB) de Campo Grande, teve o apoio do Governo do Estado, por meio da Fundesporte (Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul) na competição, considerada a maior da modalidade na América Latina e o mais tradicional evento da comunidade nipo-brasileira.

De acordo com a organização, liderada pela Associação Cultural Beneficente e Esportiva Nissei Itupeva (Aceni), o evento reuniu mais de mil pessoas entre atletas, dirigentes, torcedores e comissão organizadora. Os confrontos aconteceram em 13 categorias etárias, do pré-pré-mirim à sênior, nos formatos individual, em duplas (masculina/feminina e mista) e equipes.

Em equipe, pela categoria juvenil feminino, Mariana Aguena e Maria Tamaciro faturaram o bronze para Mato Grosso do Sul. Leonardo Kurokawa também terminou na terceira colocação, na pré-pré-mirim (individual). Entre os mais experientes, Massayoshi Sakai assegurou a medalha de prata na categoria megaveterano (individual). Além destes, Bruno Tamaciro, pela sênior, fechou o Intercolonial Brasileiro na sexta posição.

“Participamos há muitos anos e sempre subimos ao pódio. O nível técnico desta edição estava bastante elevado, mas mesmo assim conseguimos medalhar. Porém, vamos continuar treinando ainda mais, para que tenhamos mais atletas vencedores”, avalia o técnico Mário Márcio Soken, que também atuou como atleta na competição, disputando a categoria pré-sênior. Rafael Watanabe também fez o papel de técnico e atleta (classe adulto masculino).

Aprovada em congresso técnico, a 71ª edição do Campeonato Intercolonial Brasileiro de Tênis de Mesa terá como sede Curitiba-PR, em 2021. “Com certeza, estaremos representando o estado de Mato Grosso do Sul com muito afinco”, completa Soken.

Além dos mencionados, compuseram a equipe sul-mato-grossense: Davi Tamaciro (pré-pré-mirim), Shogo Aguena (mirim masculino), Homero Cunha (infantil masculino), Thales Kinjo (juvenil masculino), William Watanabe (adulto masculino), Paulo Akieda (adulto masculino), Luis Tibana (pré-sênior), Tsutomu Matsunaga (pré-sênior), Hiroki Ando (pré-sênior), Marco Aguena (sênior), Alexandre Hokama (sênior), Kazuo Yanai (veterano), Mario Kameya (superveterano), Pedro Mazali (livre masculino), Geovane Ferreira (livre masculino), Jhon Adrian (livre masculino), Micaela Paim (livre feminino), Sarah Barbosa (livre feminino) e Caroline Nunes (livre feminino). (Com informações da Fundesporte)

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Metade dos leitos de UTI de MS está ocupado
CAMPO GRANDE
Festa com 80 pessoas em plena pandemia é finalizada pela Guarda
MS
Jovem morre após namorado capotar carro em Campo Grande
PANDEMIA
Secretário alerta que pessoas com covid-19 devem procurar hospital ao menor sinal de piora do quadro
MS E OUTROS ESTADOS
Ministério certifica instituições por contratar quase 17 mil presos
PANDEMIA
Morre ex-deputado Nelson Meurer, condenado na Lava Jato e internado por Covid-19
REGIÃO
Homem é autuado em quase R$ 10 mil por derrubada de árvores ilegal
ESTADO
Governo divulga passo a passo para servidor fazer exame de coronavírus pelo plano de saúde
BRASIL
“O trabalho remoto veio pra ficar”, diz presidente do TST
ESTADO
Governo executa tapa-buraco e projeta recapeamento na MS-382, acesso a Bonito

Mais Lidas

ACIDENTE DE TRABALHO
Douradense morre após ser atingido na cabeça por peça de elevador de 20kg
DOURADOS
“Ele não conseguiu terminar o último plantão”, diz esposa de médico vítima da Covid
PANDEMIA
Em dia com quase 100 novos casos, Dourados tem mais uma morte por coronavírus
PANDEMIA
Pesquisadores veem medidas sem efeito e sugerem lockdown em Dourados