Menu
Busca domingo, 19 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
JOGOS DE TÓQUIO

Alison e Álvaro Filho passam por mexicanos e estão nas quartas de final

02 agosto 2021 - 11h31Por Da Redação

A manhã desta segunda-feira (02.08) trouxe um grande resultado para o Brasil no vôlei de praia olímpico. Na arena montada no parque Shiokaze, em Tóquio (JAP), Alison/Álvaro Filho (ES/PB) venceu Gaxiola/Rubio (MEX) por 2 sets a 0 (21/14 e 21/13), pelas oitavas de final do torneio.

A dupla brasileira venceu o terceiro jogo em quatro disputados nesta edição dos Jogos Olímpicos. Eles estrearam vencendo Azaad/Capogrosso (ARG), foram superados por Dalhausser/Lucens (EUA). Voltaram a vencer contra Brouwer/Meeuwsen (HOL) para ficarem com a primeira colocação no grupo D.

No duelo contra os mexicanos o fator fundamental para a vitória brasileira foi a consistência na virada de bola. Para Alison, entrar em quadra com garra é uma das principais características da dupla.

“Jogar com essa garra é o DNA do time Alison e Álvaro. No único jogo que não fizemos isso, contra a dupla dos Estados Unidos, nós perdemos. Temos muita humildade em reconhecer isso. Somos latinos, cada um tem um jeito de jogar e nós somos assim, nossa identidade. A gente entra no jogo assim, tenha atenção nos fundamentos, abra os ouvidos para escutar as cobranças”, contou Alison.

O paraibano Álvaro Filho faz coro com o parceiro. Para o jogador, que é estreante na disputa olímpica, o nível do grupo na primeira fase ajudou no ritmo da dupla para os duelos mais decisivos na busca por medalhas.

“Todo jogo a adrenalina é muito alta, e estávamos em um grupo muito forte. Viemos para cá com o pensamento de encarar cada partida como uma final. Aprendemos muito com a derrota na segunda rodada, e estamos nos focando sempre um jogo por vez”, disse Álvaro.

Nas quartas de final Alison e Álvaro Filho enfrentarão os letões Plavins e Tocs, que eliminaram a outra dupla brasileira, Evandro/Bruno Schmidt (RJ/DF), nesta terça-feira (03.08), às 22h (horário de Brasília). Alison analisou os próximos adversários e sabe que não tem jogo fácil no torneio.

“A disputa olímpica começa com as 24 melhores duplas, e agora sobrarão oito. Não tem jogo tranquilo. Essa dupla da Letônia é formada pelo Plavins, que ficou com o bronze em Londres 2012. O Tocs tem um bloqueio muito agressivo. É um time que erra pouco. Agora vamos seguir o nosso ritual, olhar para frente, acertar o que erramos hoje e entrar em quadra com muita humildade. Teremos mais uma ‘final’ daqui dois dias”, explicou Alison.

As quartas de final do vôlei de praia olímpico já começam na noite desta segunda-feira com as duplas femininas em ação. Às 22h (horário de Brasília) Ana Patrícia e Rebecca (MG/CE) entram em quadra contra Joanna Heidrick e Anuok Vergé-Dépré, da Suíça, em busca de uma vaga na semifinal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Instabilidade no E-SUS impede atualização de dados da Covid-19 do município
EMPREGO
Concurso da Caixa Econômica tem vagas para MS e salário de R$3 mil
Morre aos 87 anos o ator Luis Gustavo
BRASIL
Morre aos 87 anos o ator Luis Gustavo
BRASIL
Falha em subestação de Rio das Ostras causou apagão no RJ e MG
PANDEMIA
Pesquisa aponta que 90% consideram importante exigir vacina contra Covid-19 na volta aos escritórios
POLÍCIA
Foragido no Brasil e Paraguai é preso pela Polícia Civil do MS
BLITZ EDUCATIVA
Agepan orienta e auxilia empresas para o fortalecimento do transporte intermunicipal em MS
COVID-19
Idosos de 89 a 84 anos recebem dose de reforço nesta semana no Rio
TST
Carteiro dependente químico dispensado por justa causa será reintegrado no emprego
ENTREVISTA
Brasil em Pauta discute os desafios da crise hídrica no país

Mais Lidas

DOURADOS
Morto durante o trabalho em fazenda tinha 26 anos
ACIDENTE DE TRABALHO
Maquinário cai e mata trabalhador em fazenda entre Dourados e Itahum
'AMIGÃO'
Bêbado bate carro e deixa amigo ferido em canteiro
REGIÃO
Casal precisa ser socorrido após carro quase ser "engolido" pela chuva