Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
ESPORTES

Abel Ferreira pede tranquilidade ao Palmeiras na Final da Copa do Brasil

07 março 2021 - 13h40Por CBF

Na véspera da Final da Copa do Brasil, o técnico Abel Ferreira, do Palmeiras, deu entrevista coletiva no estádio Allianz Parque, palco da decisão entre o Alviverde e o Grêmio.  A bola rola às 18h neste domingo (7), para o jogo que encerra o calendário de 2020 do futebol brasileiro.

Durante a entrevista, que foi realizada sem a presença dos repórteres por conta dos protocolos sanitários, o treinador português comemorou a vantagem construída pelo clube no jogo de ida, na Arena do Grêmio, mas pregou cautela ao time. O Palmeiras venceu por 1 a 0, o que lhe dá a vantagem do empate na partida de volta.

“É isso que eu quero, é isso que nossos jogadores vão fazer amanhã no jogo. Temos a vantagem, era a nossa intenção. Quando fomos jogar fora, o objetivo era ter lá um bom resultado para decidir em casa. Temos a experiência da Libertadores, de ter aprendido no Mundial de Clubes. Temos que usar essa experiência ao nosso favor”, analisou Abel.

O Grêmio está concentrado em Atibaia, a 50 km da cidade de São Paulo, e também foi convidado, mas optou por não enviar um representante. A assessoria de comunicação do clube gaúcho nos mandou uma nota, informando que: "na tarde de hoje, a programação terá vídeo, palestra e, depois, o deslocamento para SP. Em razão disso, pedimos nossas sinceras desculpas. Estamos em atividades para a Final e, por questão logística, não teremos como estar presentes".

Apesar da vantagem, Abel Ferreira sabe que o cenário da partida deste domingo apresenta certos perigos. Na própria temporada, o português teve exemplos disso. Na Conmebol Libertadores, o Palmeiras decidiu em casa contra Libertad e River Plate. Diante dos paraguaios, a classificação veio tranquilamente. Contra o River, o Palmeiras teve que lutar até o minuto final pela vaga, que quase não ficou com o Verdão.

"Eu prefiro olhar para o que fizemos com o Libertad, sacamos um bom resultado lá e fechamos na nossa casa. Mas acima de tudo olhar para o que tem sido a experiência dessa equipe nesse ano. A experiência de ter ganhado o Paulistão, de ter perdido o Mundial, de ter conquistado a Libertadores. Temos que usar essa imagem na nossa cabeça. Para mim, o futebol é muito simples",  recordou Abel.

Na preparação para o jogo deste domingo, Abel Ferreira pregou cautela ao Palmeiras, mas se mostrou mais preocupado com o seu próprio time do que com o adversário. Perguntado sobre o que espera do Grêmio na partida de volta, o português ressaltou que não tem como controlar o desempenho do rival.

"Eu não controlo o que o adversário faz. Eu não sei se vem mais agressivo, menos agressivo. Não sei. O que eu sei é o que o Palmeiras tem que fazer, o que meus jogadores tem que fazer. Temos que entrar para pressionar nossos adversários, procurar fazer gols, ser uma equipe unida e competitiva quando não tivermos a bola. E quando  tivermos a bola ter calma, tranquilidade para encontrar os caminhos. O que eu sei é como temos que jogar", completou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO DE MS
Projeto visa criar programa para compra de computadores para professores
VACINAÇÃO
Presos indígenas e idosos são imunizados contra a Covid em duas cidades de MS
Mulher é encontrada morta com ferimento de faca na cabeça
CAMPO GRANDE
Mulher é encontrada morta com ferimento de faca na cabeça
ATENTADO
Morador de rua é ferido a tiros em bairro da Capital
FUTEBOL
Palmeiras e Atlético-MG estreiam hoje pela Libertadores
CAMPO GRANDE
MP reitera pedido de multa por descumprimento do Plano de Biossegurança no transporte público
DOURADOS
Segunda dose da vacina contra Covid será aplicada hoje no Centro de Convivência do Idoso
DOURADOS
Grupo receberia comissão se conseguisse negociar carga de maconha no Água Boa
HOMENAGEM
Novo prédio do DOF receberá nome de coronel Adib Massad, após proposição de Neno Razuk,
DOURADINA
Após surtar, homem tenta se matar e ateia fogo na casa onde mora

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados