Menu
Busca quinta, 05 de agosto de 2021
(67) 99257-3397

Especialistas discutem alfabetização e letramento na infância

03 dezembro 2004 - 16h11

Letramento diz respeito à convivência das pessoas com narrativas orais e escritas, como o contato com livros, revistas e outros textos. Esse é o assunto do Seminário Internacional de Alfabetização e Letramento na Infância, que a Secretaria de Educação Básica (SEB/MEC) e a Organização dos Estados Ibero-Americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI) promovem nos dias 6, 7 e 8 próximos, na Sede da Embrapa, em Brasília.Cerca de 400 pessoas, entre professores, pesquisadores, estudantes e representantes de secretarias de educação participarão do evento. Sonia Kramer, especialista da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, apresenta a primeira conferência, Infância: Cultura, Alfabetização e Letramento, na segunda-feira, 6, às 10h30.Segundo a diretora de políticas de educação infantil e ensino fundamental da SEB, Jeanete Beauchamp, o processo de aprendizado da linguagem, que engloba a alfabetização e o letramento, começa com o nascimento, quando a criança escuta e participa de conversas, vê e ouve o mundo povoado de significados. “O processo de desenvolvimento da linguagem oral e escrita garante o desempenho na apropriação e construção do conhecimento ao longo da educação infantil, dos ensinos fundamental e médio”, afirmou Jeanete.No seminário serão debatidos temas como a cultura na infância, avaliação do processo de alfabetização, políticas públicas para alfabetização e letramento, formação de professores, políticas para formação de leitores e avaliação dos sistemas educacionais. Haverá, ainda, apresentação de experiências. Com base no conteúdo apresentado, será elaborada publicação a ser entregue pelo MEC às secretarias de educação no próximo ano.Entre os conferencistas estará Célia Díaz Argüero, do México. Em seu doutorado, ela foi orientada por Emília Ferrero, a maior especialista em alfabetização de crianças da América Latina. Na terça, 7, às 8h30, Célia participará da mesa-redonda Avaliação no Processo de Alfabetização.Na quarta-feira, 8, Luis Bernardo Peña, consultor em educação, participa da mesa-redonda Política de Formação de Leitores. Peña é professor e diretor de pós-graduação em leitura e escrita da Pontifícia Universidad Javeriana, da Colômbia. É, também, vice-diretor de leitura e escrita do Centro Regional para o Fomento do Livro na América Latina e no Caribe (Cerlalc). Com ele, estará Edmir Perrotti, da Universidade de São Paulo.Leitura

Deixe seu Comentário

Leia Também

Mulher foge para rodovia após ser agredida por marido que acaba preso
SENADO
Ex-assessor de Pazuello nega à CPI 'vantagem' e minimiza atuação informal
JUSTIÇA
Acusado de matar esposa a marteladas é condenado a 39 anos de prisão
Licenciaturas terão mais um ano para atualizar os currículos
EDUCAÇÃO
Licenciaturas terão mais um ano para atualizar os currículos
FRONTEIRA
Com medo de "justiceiros", assaltantes abandonam carro e motos roubados
SISTEMA ELEITORAL
Empresários divulgam manifesto em defesa da urna eletrônica e da democracia
Homem armado com faca invade posto de saúde e acaba preso
NÚMEROS DA PANDEMIA
Média móvel de mortes por Covid fica abaixo de 900 após mais de 200 dias
REGIÃO
Por ajuda com comida, avós deixavam menina de 13 anos ser estuprada
BRASIL
Bolsonaro escolhe Bruno Bianco para o lugar de Mendonça na AGU

Mais Lidas

DOURADOS
Assessora vai à polícia e diz que foi ameaçada de morte por vereadora
DOURADOS
Flagrado com pistola, jovem é preso no Parque do Lago II
AMEAÇA
Mulher não aceita relacionamento do ex e ameaça a atual companheira dele de morte
DOURADOS
Casal é preso após transformar casa de homem que morreu por overdose em 'boca de fumo'