Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Escola de Fábrica será sancionado até o dia 9

03 setembro 2005 - 14h09

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, deve sancionar o projeto Escola de Fábrica até o próximo dia 9. O texto da Medida Provisória nº 251/2005 que cria o projeto foi aprovado na íntegra, no dia 30 de agosto, na Câmara dos Deputados.O Programa Escola de Fábrica é executado pela Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec/MEC) com o objetivo de incluir jovens de baixa renda no mercado de trabalho. A eles são oferecidos cursos profissionalizantes em unidades formadoras no próprio ambiente das empresas.A primeira turma do programa iniciará as atividades em 12 de setembro próximo. Ao todo, o Escola de Fábrica oferecerá, em parceria com empresas privadas, prefeituras, organizações não-governamentais, fundações, escolas, cooperativas e indústrias, 558 cursos, que beneficiarão 11,5 mil alunos em 250 municípios de todo o país. De acordo com a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o desemprego entre jovens é 3,5 vezes maior do que entre adultos, o que aumenta a exclusão social e a falta de perspectivas nessa faixa etária. O Escola de Fábrica está na contramão desses índices, pois é uma ação de indução ao desenvolvimento local e de incentivo à responsabilidade social. Os cursos são direcionados para as vocações de cada região e as entidades parceiras do programa devem acompanhar seus alunos por dois anos. A meta é formar 100 mil jovens até o fim de 2006.Em julho, o ex-ministro da Educação Tarso Genro assinou o primeiro convênio do programa Escola de Fábrica, em parceria com a Fundação Pescar. Serão implantados 53 cursos para a formação profissional de 1.060 jovens de baixa renda, entre 16 e 24 anos, nas regiões Sul, Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, onde a fundação desenvolve projetos de formação profissional.Na quarta-feira, 31, a Setec promoveu audiência pública para apresentação e debate do programa Escola de Fábrica em Porto Velho, Rondônia. O encontro ocorreu na Secretaria de Educação do estado. De acordo com a diretora nacional do programa, Jane Bauer, a primeira turma conta com a participação de 19 estados, nenhum, porém, da região Norte. “Queremos modificar esse quadro. Por isso, decidimos viajar pela região para mostrar o programa às instituições que podem ser nossas futuras parceiras”, disse. Para Jane, o Norte do país tem uma rica diversidade econômica, principalmente nos setores turístico e agrossilvopastoril, segmentos que podem oferecer a estudantes de baixa renda formação inicial profissional. “A expectativa para o próximo credenciamento de novos cursos é a de termos bons e necessários projetos para a implantação do Escola de Fábrica na região Norte”, afirmou. A partir da segunda quinzena de setembro, o Ministério da Educação abrirá inscrições para novos projetos. As entidades interessadas em participar do Escola de Fábrica encontrarão as instruções para inscrição e envio das propostas pedagógicas na página eletrônica da Setec.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no site
MS
SES lança serviço de consulta a resultados de exames da Covid-19 no site
Veículos com 450 pacotes de cigarros contrabandeados são apreendidos
MS-164
Veículos com 450 pacotes de cigarros contrabandeados são apreendidos
Lulalá
ARTIGO
Lulalá
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
REGIÃO
Homem morre após ser atropelado por moto em Vicentina
DOURADOS
Condenado por tráfico e demitido, guarda é classificado como excepcional
REGIÃO
Homem morre no Hospital da Vida duas semanas após acidente de moto
BENEFÍCIO
Governo regulamenta Mais Social e organiza pagamentos a partir de maio
DOURADOS
Prefeitura ainda aguarda decisão do TCE para retomada de serviços de limpeza da cidade
HOSPITALIZADOS
MS já notificou quase 10 mil casos de síndrome respiratória aguda grave

Mais Lidas

DOURADOS
Veículo usado para transportar corpo de colombiano passará por perícia
CRIME AMBIENTAL
Goiano preso com minhocas terá que pagar multa de quase meio milhão de reais
AMEAÇA DE EXTINÇÃO
Após passar por MS, homem é preso com mudas raras que seriam vendidas na Bolívia
DOURADOS
Funsaud oficializa saída de diretor médico da UPA após denúncia de escala sem plantonista