Menu
Busca domingo, 16 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Equipes da operação tapa-buraco trabalham acelerados

15 fevereiro 2011 - 12h46

As quatro equipes da operação tapa-buraco, que executam a recuperação da malha asfáltica de Dourados, trabalham em ritmo acelerado para recuperar o tempo perdido pelo atraso de 15 dias no processo de licitação.

O secretário municipal de Obras, Tahan Sales Mustafa, explicou que as equipes estão iniciando o serviço por volta de 6h e só encerram às 19h. “A ideia é aproveitar bem o tempo, começando cedo, já que nos últimos dias têm chovido quase sempre no começo da noite”, comenta.

Ele diz que a técnica é começar com os cortes do asfalto e se o tempo continuar firme, é colocada a massa asfáltica em seguida. Segundo Tahan, as equipes contam com um equipamento chamado “soprador”, que ajuda a secar mais rápido a massa asfáltica, antes que ocorra a chuva.

Nesta terça-feira as equipes trabalham na recuperação do asfalto das ruas Monte Alegre, Cuiabá, Hayel Bon Faker e final da Weimar Gonçalves Torres.

De acordo com o cronograma da Secretaria Municipal de Obras, o objetivo é recuperar o mais rápido possível o asfalto nas vias de maior fluxo de veículos e que estão em estado mais crítico. Em seguida as equipes vão se deslocar para os bairros, priorizando os trechos de maior movimento e os mais esburacados.

A empresa contratada pela prefeitura começou a executar o tapa-buraco no final de semana, após definido o processo de licitação. Enerpav G.S. Ltda., com sede em Campo Grande, tem 90 dias para concluir todo o serviço.

ECONOMIA
A prefeita Délia Razuk (PMDB) garantiu uma economia de mais de 40% nos preços praticados pelas empreiteiras que venciam as licitações para serviços de tapa-buraco em Dourados.

Normalmente as empresas cobravam entre R$ 42 e R$ 48 o metro quadrado do asfalto recuperado, mas na última licitação, a prefeita deixou claro que só ficaria com o contrato de R$ 2,5 milhões para obras emergenciais quem apresentasse a proposta de menor preço e a Enerpav apresentou a proposta de R$ 32 por metro quadrado.

“Com isso, podemos fazer muito mais pelo mesmo preço, ou seja, com a economia de mais de 40% no preço vamos recuperar boa parte das ruas de Dourados”, afirmou a prefeita.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Abono salarial do PIS-PASEP de até R$ 1,1 mil tem calendário unificado
EDUCAÇÃO
Projeto 'Astrominas' oferece vagas para meninas adolescentes em atividades online de ciências
EMPREGO
Processo seletivo da Prefeitura de Maracaju terá salários de até R$ 8,5 mil
EDUCAÇÃO
Prazo para pedir isenção de taxa do Enem começa nesta segunda-feira
POLÍCIA
Foragido da Justiça é preso após agredir namorada adolescente
POLÍCIA
Mulher encontra seus três cachorros envenenados e suspeita de vingança do ex
ESPORTE
Grêmio vence Inter de virada e larga em vantagem na final do Gauchão
ESPORTES
Palmeiras domina o Corinthians, vence em Itaquera e vai à final do Paulistão
POLÍCIA
Homens são flagrados carneando vaca furtada e um deles tenta agredir policial a facada
PANDEMIA
Variante da Covid-19 que surgiu no Brasil já foi detectada em 16 países latino-americanos

Mais Lidas

CAMPO GRANDE
Após discussão, jovem bate veículo em poste e namorada que estava no capô morre
TRÁFICO DE DROGAS
Chefe do 'Comando Vermelho' e foragido há seis meses é preso em Dourados
FEMINICÍDIO
Mulher baleada na cabeça pelo ex-marido morre no hospital
CAPITAL
Jovem sai para comprar narguilé e morre após colidir moto contra poste