terça, 16 de agosto de 2022
Dourados
29°max
19°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Empresas que negarem gratuidade a idosos serão multados

20 agosto 2004 - 18h10

As empresas de transporte que se negarem a conceder a gratuidade aos idosos em viagens interestaduais serão multadas em R$ 2,4 mil reais a partir da próxima segunda-feira. Este foi o recado dado pelo diretor presidente da Agepan (Agência Estadual de Regulação dos Serviços Públicos), Anísio Tiago, durante reunião no fim da manhã com representantes de 20 empresas do setor, no auditório do órgão, em Campo Grande. O direito é estabelecido pelo Estatuto do Idoso e regulamentado pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), em vigor efetivo desde o início do mês, porém muitas empresas não estão cumprindo o regulamento. Somente este mês foram 735 reclamações de idosos registradas no órgão, alegando que não conseguiram o benefício, explicou o diretor em entrevista ao MidiamaxNews. A lei estabelece que a empresa conceda dois lugares gratuitos a idosos em cada ônibus e no caso dos lugares já estarem ocupados, os demais idosos tem direito a desconto mínimo de 50% no valor da passagem. A única exigência é que o idoso comprove idade superior a 60 anos e renda menor que dois salários mínimos, que pode ser feita com a apresentação do documento que comprove a renda. “A empresa é obrigada a acatar a comprovação e não burocratizar o benefício”, ressalta o diretor. A Agepan esclareceu às empresas, durante a reunião, que a renda do idoso poderá ser comprovada através do carnê de contribuição do INSS, do olerite de salário, da carteira de trabalho, com o extrato de aposentadoria. Caso o idoso não possua nenhum destes, poderá ainda apresentar uma declaração ou certidão da Secretaria de Assistência Social do Estado ou Município ou de órgão equivalente. Outra exigência feita pela Agência é que as empresas capacitem funcionários a atenderem os idosos.  

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS

Advogada envolvida em resgate do PCC vai para prisão domiciliar

POLÍTICA

Eleições 2022: restam 2 dias de prazo para solicitar voto em trânsito

Casa fica destruída por incêndio causado por queda de raio
NOVA ANDRADINA

Casa fica destruída por incêndio causado por queda de raio

GERAL

TJ/MS disponibiliza nova edição da Revista Trimestral de Jurisprudência

CAMPO GRANDE

Identificação de homem assassinado e que teve corpo queimado com óleo pode levar 10 dias

ELEIÇÕES 2022

TSE autoriza que mais militares façam inspeção das urnas

COSTA RICA

Adolescentes denunciam servidor por assédio sexual em prefeitura

NÚMEROS DA PANDEMIA

Média de mortes por Covid volta a cair após 29 dias de estabilidade

POLÍCIA

Baleado, ladrão invade casa e pede para ficar até socorro chegar

BRASIL

Teto do ICMS pode ser revisto se estados perderem receita, diz Guedes

Mais Lidas

TRAGÉDIA

Passageiro tem corpo dilacerado ao cair de moto e ser atropelado por carreta 

ESTADO GRAVE

Mulher é esfaqueada por vizinho por se recusar a emprestar carregador

NOVA ANDRADINA

Funcionário de companhia de água encontra feto de bebê em esgoto

REGIÃO

Homem é preso por embriaguez após tombar carreta com placas de Dourados