Menu
Busca quarta, 24 de fevereiro de 2021
(67) 99257-3397

Empresário envolvido com Arcanjo é condenado a 12 anos

23 setembro 2003 - 11h15

Pelos crimes combinados de seqüestro e extorsão, a Justiça Federal condenou o empresário Valdir Agostinho Piran a cumprir doze anos de prisão em regime fechado, além de pagar multa equivalente a R$ 90 mil. A sentença, proferida no final da tarde de ontem pelo juiz Paulo Cézar Alves Sodré, substituto da 2ª Vara, ficou muito aquém do que pretendia o Ministério Público Federal. Proprietário de empresas de factoring em Mato Grosso e no Distrito Federal, ele também havia sido formalmente acusado de participação em crimes contra o sistema financeiro e formação de quadrilha. Por falta de provas, a Justiça absolveu Piran, seus sócios, Pedro Armínio Piran (pai do empresário) e Alderico Mantovani, e o segurança Benedito Pires de Oliveira

Deixe seu Comentário

Leia Também

Homem é preso acusado de tráfico de drogas da região do Piratininga 
POLÍCIA
Homem é preso acusado de tráfico de drogas da região do Piratininga 
BIOSSEGURANÇA
Novo decreto amplia horário de funcionamento de bares e libera eventos
PARAGUAI
Polícia prende 8 em fazenda de Pavão com produtos para fabricar cocaína
ITINERANTE
Carreta da Justiça atende população da cidade de Paraíso das Águas
Polícia apreende veículo com mais de uma tonelada de maconha na MS-386 
DOF
Polícia apreende veículo com mais de uma tonelada de maconha na MS-386 
IMUNIZANTE
MS recebe 22,5 mil doses da vacina AstraZeneca/Oxford contra a Covid-19
JOGANDO EM CASA
Douradão é liberado para a estreia do DAC na série A do Estadual
DOURADOS
Carreta estacionada ao lado da Depac com 30t de maconha é levada ao Batalhão da PM
POLÍTICA
Bancada do PT e sindicatos pedem adiamento da votação da PEC Emergencial
AVANÇO DA PANDEMIA
Brasil atinge 250 mil mortes por Covid com ritmo acelerado de transmissão

Mais Lidas

REGIÃO
Homem é preso após estuprar menina de 11 anos
REGIÃO
Trio de Dourados é preso tentando furtar agência dos Correios de Itaporã
TACURU
Tatuagem ajuda mãe a identificar homem encontrado morto sem a cabeça
BOA AÇÃO
Vítima de golpe, família é ajudada por funcionário de companhia aérea em Campo Grande