Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
(67) 99257-3397
ESTADO

Empresa divulga balanço das atividades na MS-306 após 11 meses de concessão

07 março 2021 - 11h30Por Portal MS

Faltando um mês para completar um ano da concessão da rodovia MS-306 para iniciativa privada, a empresa que assumiu a via divulgou um balanço das atividades desenvolvidas neste período, como recuperação do asfalto, operação tapa buracos, terminais de atendimento e serviços aos usuários, assim como sinalização e investimentos na segurança das pistas.

A concessionária Way-306 informou que neste período foram feitos 50 mil toneladas de asfalto para recuperação emergencial de pavimentação, além da implantação de 6.600 metros de defensas metálicas ao longo do trecho, para dar mais segurança ao tráfego.

Já sobre a sinalização horizontal já houve 77 mil metros quadrados de pintura de faixas e mais de 3 mil toneladas de asfalto na rodovia, para tapar os buracos da via que passa pelas cidades de  Chapadão do Sul, Cassilândia e Costa Rica.

Os serviços de roçadas periódicas de vegetação  foram feitos em 440 km da malha rodoviária, assim como a implantação de 1,2 mil placas de sinalização vertical, produzidas pela própria concessionária. Já a praça de pedágio tem previsão de começar a funcionar a partir de abril.

"Assumimos a Concessão da Rodovia em 22 de abril de 2020 e, em menos de um ano, trabalhamos muito para melhorar as condições de tráfego na MS-306. Os atendimentos aos usuários 24 horas por dia e gratuitamente, além da geração de empregos e benefícios aos municípios que fazem parte do trecho sob concessão. E isso é só o começo. Temos muito trabalho pela frente", disse o presidente da Way-306, Paulo Nunes Lopes. 

Serviços

A empresa divulgou que já está em funcionamento as três unidades de serviço de atendimento ao usuário, que ficam na rodovia próximos aos municípios de Chapadão do Sul, Cassilândia e Costa Rica. Também estão disponível os terminais de autoatendimento e veículos de inspeção no tráfego, que já percorreram 44 mil quilômetros em um mês de atividade.

Em um mês foram prestados 36 atendimentos de socorro médico na rodovia e 693 socorros mecânicos, com 248 guinchamentos e remoções de veículos. A frota (veículos) disponível pela concessionária é conduzida por equipe especializada para estas situações.

Com este aparato, a empresa espera levar mais conforto e segurança aos usuários que trafegarem na rodovia, assim como melhorar a fluidez do trânsito, menos desgaste e custos com manutenção dos veículos, diminuir tempo de deslocamento e consumo de combustível no trecho, assim como redução de acidentes.  

Entre os compromissos previstos em contrato, a empresa já fez a estrutura das unidades da Agepan (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Mato Grosso do Sul), responsável pelo monitoramento e fiscalização das atividades, assim como da PMR (Polícia Militar Rodoviária) na rodovia.

Melhorias 

Outro fator destacado nesta concessão é a geração de empregos com as obras e atividades na rodovia, que segundo a empresa já foram abertas 200 vagas (empregos) diretas e mais de 300 indiretas. Também vai ajudar a arrecadação local dos municípios, com pagamento de ISS (Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza) para as três cidades que cortam a via.

O governador Reinaldo Azambuja declarou que a concessão da rodovia para iniciativa privada foi um projeto pioneiro do Estado, que teve um desfecho positivo e que já começa a gerar frutos para melhorias no trecho, assim como fomento da economia local e geração de empregos.

“Estes investimentos vão trazer segurança na rodovia, conforto, praças de pedágio que vão dar segurança ao usuário, aos carros e com carros de apoio, aos moldes das rodovias que são concessionadas. Ainda alivia ao Estado, pois este investimento será feito pelo setor privado”, descreveu.

A expectativa é de investimento de R$ 1,7 bilhão, durante o período de 30 anos de concessão. A empresa inclusive já realizou uma operação de financiamento em longo prazo, no valor de R$ 315 milhões, obtido por meio de emissão de “debêntures”, sendo a primeira (concessionária) a conseguir este projeto financeiro no Brasil, no ramo de rodovias.

“É uma prova de confiança e reconhecimento pelo mercado da qualidade e execução do nosso projeto. Essa característica de autofinanciamento, tendo somente como garantias do próprio projeto, é inédita no setor de concessões rodoviárias”, afirmou Giovanni Mott, diretor da Way-306.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Dourados estreia em casa hoje no hexagonal contra o Comercial
ESTADUAL DE FUTEBOL
Dourados estreia em casa hoje no hexagonal contra o Comercial
José Carlos Manhanbusco fala das novas regras para aposentaria que passam a valer em 2021
TV DOURADOS NEWS
José Carlos Manhanbusco fala das novas regras para aposentaria que passam a valer em 2021
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
PARAGUAI
Polícia encontra cocaína em chaleiras que iriam para a Espanha
ESTADOS UNIDOS
Júri declara ex-policial Derek Chauvin culpado pela morte de George Floyd
Casal é preso enquanto aplicava golpe em seguradora da fronteira
POLÍTICA
Nelsinho Trad fará requerimento para profissionais de transporte de pessoas
DOURADOS
Motociclista morre no HV 18 dias após sofrer acidente no centro
UFGD
Prazo para inscrever projetos de Iniciação Científica termina na próxima semana
MEIO AMBIENTE
PMA de Dourados captura família de gambá no Jardim Água Boa
CÂMARA
Deputados aprovam urgência de projeto para privatizar os Correios

Mais Lidas

DOURADOS/ITAPORÃ
Produtor rural morto em acidente na MS-156 voltava de aniversário em pesqueiro
DOURADOS
Perícia não encontra sinais de violência e morte de mulher pode ter sido por causas naturais
DOURADOS
Mãe de menor que organizou festa clandestina com mais de 40 pessoas é presa
TIRADENTES
Comércio, vacinação e bancos; veja o que funciona no feriado em Dourados