Menu
Busca quarta, 05 de maio de 2021
(67) 99257-3397

Embrapa vai estimular o aumento da produção de café orgânico

09 setembro 2004 - 17h12

O sucesso da qualidade e competitividade do café brasileiro é resultado do conhecimento científico adquirido. As instituições nacionais desenvolvem mais de 400 pesquisas por ano e muitas já resultaram em centenas de tecnologias. Os estudos cobrem toda a cadeia agroindustrial, desde fatores de produção, industrialização, comercialização e consumo. Como segundo maior consumidor mundial da bebida, os trabalhos enfatizam a qualidade do produto final e a saúde do consumidor. Tudo isso para desenvolver e transferir conhecimentos e tecnologias para o agronegócio do café. As pesquisas são divididas por focos temáticos voltados para a solução dos principais problemas da cafeicultura, como preservação ambiental, sistemas de cultivo, melhoria dos processos de colheita, aperfeiçoamento dos processos industriais e uso alternativos para resíduos e subprodutos do café, entre outros. Segundo o presidente da Embrapa, Clayton Campanhola, mais do que uma iniciativa de êxito, o Consórcio Brasileiro de Pesquisa e Desenvolvimento do Café (CBPDC) é um exemplo a ser seguido. Ele ressaltou que a atual prioridade dos pesquisadores brasileiros é reduzir drasticamente os resíduos químicos e biológicos nas lavouras por meio do aperfeiçoamento de tecnologias de produção integrada, do cultivo orgânico e da cafeicultura de precisão. A cafeicultura orgânica está diretamente ligada à integração dos sistemas de produção. Ela reduz os gastos com insumos pelo aproveitamento de resíduos, diminui a aplicação de agrotóxicos e nutrientes solúveis, e agrega a variável ecológica no valor final do produto. Os produtores que vêm adotando esta forma de produção estão exportando café orgânico a mais de R$ 500 a saca, quando o preço do produto convencional está na faixa de R$ 170. Cientificamente, o café já é considerado um alimento nutracêutico (nutricional e famacêutico). Além da cafeína (1 a 2,5%), a bebida contém sais minerais (3 a 5%), açúcares (35 a 55%), lipídios (10 a 20%), aminoácidos (2%), vitamina PP (0,5%) e ácidos clorogênicos (7 a 9%).

Deixe seu Comentário

Leia Também

Em dia com 10 mortes, Dourados continua com fila de espera em leitos UTI Covid
PANDEMIA
Em dia com 10 mortes, Dourados continua com fila de espera em leitos UTI Covid
Ex-prefeito de Campo Grande é preso por corrupção e lavagem de dinheiro
JUSTIÇA
Ex-prefeito de Campo Grande é preso por corrupção e lavagem de dinheiro
DAC vence Operário de virada no Douradão e embola briga pelo título Estadual
FUTEBOL
DAC vence Operário de virada no Douradão e embola briga pelo título Estadual
Mulheres vítimas de violência doméstica terão prioridade nos programas habitacionais do município
DOURADOS
Mulheres vítimas de violência doméstica terão prioridade nos programas habitacionais do município
Novos investimentos serão anunciados em Dourados, diz Sérgio Murilo
INFRAESTRUTURA
Novos investimentos serão anunciados em Dourados, diz Sérgio Murilo
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda no dia de decisão sobre taxa básica de juros
ASSEMBLEIA
Deputado testa positivo para Covid e tem 50% do pulmões comprometidos
PANDEMIA
Sputnik V: Anvisa diz que atua com ética e respeito com as empresas
DOURADOS
Lei que cria Semana da Valorização da Cultura Indígena é promulgada
ECONOMIA
Preço da cesta básica tem diferença de até 28% entre mercados de Dourados

Mais Lidas

INVESTIGAÇÃO
Homem é preso suspeito de estuprar quatro sobrinhas em Dourados
DOURADOS
Fumaça em estrada causa colisão entre caminhões e leva transtorno a moradores; vídeo
PANDEMIA
Decreto reduz toque de recolher em Dourados na semana do Dia das Mães
REGIÃO
Mãe e filha são executadas em locais diferentes na fronteira