Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397

Embrapa Pantanal também paralisa atividades em protesto

17 setembro 2003 - 12h17

Os funcionários da Embrapa Pantanal paralisaram suas atividades, nessa quarta-feira, 17 de setembro. A manifestação é um protesto pela ausência de proposta de reajuste salarial por parte da empresa, e pela morosidade no trâmite dos processos de dissídio da categoria no Tribunal Superior do Trabalho (TST). Os trabalhadores da Embrapa esperam por uma correção salarial há mais de quatro meses, mas até o momento a empresa não propôs um índice de reajuste aceitável. “Já são mais de 16 meses de perdas inflacionárias acumuladas no período de maio de 2002 a abril deste ano, que totalizam uma perda de 20%. Não bastasse a falta de iniciativa da empresa, o TST ainda não marcou data para as audiências de conciliação entre os trabalhadores e a empresa. Os dissídios, ajuizados há mais de três meses, não têm tramitado naquela casa”, salientou o presidente do Sindicato Nacional de Trabalhadores de Instituição de Pesquisa e Desenvolvimento Agropecuário (Sinpaf), da seção Sindical Corumbá, João Batista Garcia.Durante toda a manhã, os trabalhadores da Embrapa Pantanal estiveram reunidos para discutir a atuação do Sinpaf nos movimentos sociais e as reformas previdenciária, sindical e trabalhistas sob o ponto de vista dos trabalhadores. A reunião contou com a participação de outras lideranças sindicais do município, como o Sindicato dos Ferroviários e do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Prefeitura libera boliche, solenidades públicas e feira no Parque dos Ipês
PANDEMIA
Prefeitura libera boliche, solenidades públicas e feira no Parque dos Ipês
SAÚDE
Sociedades médicas se reúnem para congresso de câncer de pele em abril
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
DOURADOS
Denúncia aponta presos em churrascos com luxo e participação de enfermeiras na PED
Locais de prova do vestibular da UFGD é atualizado
EDUCAÇÃO
Locais de prova do vestibular da UFGD é atualizado
Tereza Cristina diz que transformação digital deve inserir agronegócio
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA
Tereza Cristina diz que transformação digital deve inserir agronegócio
MATO GROSSO DO SUL
No presídio de MS, reeducandos estão confeccionando o próprio uniforme
LEGISLATIVO
Selo verde para produtos com boa procedência ambiental pode ser criado
CÂMARA DOS DEPUTADOS
Projeto proíbe partido de escolher em convenção candidato inelegível
CIÊNCIAS HUMANAS
Uems de Amambai oferta 40 vagas em dois cursos
ECONOMIA
Dólar fecha em alta com tensão externa

Mais Lidas

ACIDENTES
Trânsito de Dourados faz terceira vítima fatal no ano, todas motociclistas
TEIXEIRA
Ex-primeira-dama morre cinco dias após o marido em Dourados
BR-276
Carreta com quase dez toneladas de maconha é apreendida em Dourados
DOURADOS
Empresária leva prejuízo de R$ 7 mil ao ter loja arrombada por ladrões em bairro