Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
DOURADOS

Com HE atolado em dívidas, funcionários pedem 'socorro'

31 julho 2014 - 15h30

Os funcionários do Hospital Evangélico e do Hospital da Vida [administrado pelo primeiro] se reuniram no início da tarde desta quinta-feira (31) em frente às duas unidades, como forma de chamar a atenção para a ameaça de fechamento do HE, afundado numa dívida de R$ 40 milhões.

A manifestação foi agendada através de redes sociais e ganhou força após o Dourados News mostrar, na terça-feira (29), o tamanho da dívida da entidade, que é a maior em 25 anos.

Durante o ato, eles caminharam pelas principais vias do Centro e depois se deslocaram até a Câmara de Vereadores, e mesmo com a Casa fechada, foram recebidos pelo presidente Idenor Machado (DEM).

“Nos estamos empenhadíssimos em ajudar esse importante hospital que sempre trabalhou, sempre atendeu com uma faixa de atendimento muito grande. Eu moro aqui há 43 anos e o HE já existia. É uma pena estarmos fechados devido ao horário de atendimento, mais podem retornar em outras ocasiões” disse o presidente.

Em entrevista na noite de terça-feira, o farmacêutico e membro do conselho de funcionários do hospital, Demetrius Pareja, que há 25 anos trabalha no local, negou problemas de gestão para o acúmulo da quantia devida e disse que os repasses mensais feitos pelo poder público geram uma conta deficitária de aproximadamente R$ 1,2 milhão/mês.

Segundo ele, em dois meses o HE poder e já avalia um prazo para que a unidade deixe de atender a população: 60 dias.

“Esse é o prazo caso nada seja feito. Hoje, recebemos pelos dois hospitais, R$ 5,5 milhões e nossas despesas são de R$ 6,7 milhões. O que chega do poder público gira em torno de R$ 4 milhões – governos estadual, federal e municipal – e o restante são de convênios e particulares. Então, se não houver uma melhoria nos repasses e na tabela SUS (Sistema Único de Saúde), esse é o prazo para paralisar as atividades”, disse Pareja, negando que o problema para o caos financeiro seja de gestão.

Os manifestantes afirmaram que na próxima quinta-feira (07) farão um novo manifesto, em que irão até a Câmara Municipal novamente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Casal é preso por golpe ao vender carro alugado e alegar "furto"
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
OPORTUNIDADE
Fundação de Cultura seleciona artesãos para participar de duas Feiras
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
CAMPINAS
Grávida, Geisa Oliveira, ex seleção de basquete, morre aos 42 anos
DOURADOS
Faculdade Intercultural Indígena publica moção contra o marco temporal
FOGO AMIGO
Militar baleado ao defender mulher na rua recebe alta de hospital
ESPORTE
Dourados enfrenta Miranda na semifinal da Copa Morena neste sábado
PARAGUAI
Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
EDUCAÇÃO
UEMS regulamenta retomada gradual das atividades presenciais
FÁTIMA DO SUL
Homem grava vídeo para inocentar esposa: "Erro meu, bebi demais"
IMUNIZANTE
Sociedade Brasileira de Pediatria defende vacinação em adolescentes

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central