Menu
Busca domingo, 18 de abril de 2021
(67) 99257-3397

Em Aquidauana doente mental é amarrado em árvore

07 janeiro 2004 - 16h36

Darci Nunes Cunha, paciente psiquiátrico, está amarrado em uma árvore, no quintal de sua casa, na Rua Pedroso Alaguês, 1477, em Anastácio, há dez dias, porque pensa ser um soldado americano e agride violentamente as pessoas que estão próximas. Darci ficou, durante todo o dia de ontem, sob a forte chuva que caiu na região, com os pés atolados no barro. Nada pode ser feito pela família, uma vez que a internação do mesmo no Hospital Nosso Lar, de Campo Grande, capital do Estado, está marcada para amanhã. Enquanto aguarda a internação, a família não consegue um local para que Darci possa ficar trancafiado. A solução é amarrá-lo a uma árvore. Desde que entrou em crise, Darci não se alimenta, apenas bebe água.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
COLAPSO
Bolsonaro visita cidade de Goiás com Pazuello e causa aglomeração
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
CAMPO GRANDE
Jovem com problemas emocionais se despede de familiares e desaparece
PANDEMIA SEM CONTROLE
Brasil ultrapassa 371 mil mortos por Covid; 2.865 mortes em 24 horas
APLICATIVO
Celulares podem ajudar no combate a fraudes em bombas de combustíveis
COXIM
'Descontrolado', adolescente é apreendido por pilotar moto e dar tiros
MOEDA FORTE
Paraguaios aproveitam valorização do guarani para compras no Brasil
Jovem de 19 anos é preso e multado por pescar com petrechos ilegais 
DOSES LIMITADAS
Drive-thru nos Bombeiros neste domingo começa às 8 horas
TRÁFICO
Polícia apreende mais de uma tonelada de maconha em caminhonete furtada 
SAÚDE
Bolsonaro confirma que passará por nova cirurgia para corrigir hérnia

Mais Lidas

DOURADOS
Motociclista é preso após passar 'fumando um baseado' ao lado de viatura
DOURADOS
Interno morre após briga com companheiro de cela da PED
PED
Arma de fabricação caseira é encontra em cela de interno morto
RONDAS
Bicicleta roubada há 14 anos é recuperada em Dourados