terça, 23 de abril de 2024
Dourados
31ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397

Educadores preparam crianças para lutar pela reforma agrária

08 setembro 2003 - 09h09

Os educadores recebem orientações através de seminários e cursos do próprio movimento, para repassar aos “sem-terrinha”(crianças) em encontros realizados especificamente para eles. Uma educação diferenciada, voltada diretamente para os princípios do movimento é o que prega o MST. “De nada adianta ser um mestre ou um doutorado se não tiver a consciência social”. Para a organização é necessário que a educação seja feita através de informações concretas e reais e por isso são instaladas escolas nos acampamentos. “Nós fazemos as nossas regras pedagógicas...temos cursos de formação diferentes para as pessoas se conscientizarem melhor...às vezes a gente perde muito por ter que dar explicações ao prefeito e a secretária de Educação, fazendo com que nosso trabalho fique mais difícil”.
O MST afirma que “ a educação tem que estar vinculada aos princípios do movimento ou seja, colocando pessoas que entendem os nossos objetivos e não trazendo professor da cidade, até porque ele não tem conhecimento e fará o que os burgueses querem”. Para o MST a melhor escola é a vida e o movimento não ativa um líder e sim um povo. Mesmo pregando esse sistema diferenciado de escola o MST diz que ainda não conseguiu implantar o que chamam de “educação real” em todas as escolas do movimento.
Conjuntura internacional Além de conhecimento de toda a estrutura do movimento, desde sua história, os meios para organizar e arrebanhar pessoas, táticas para atrair a atenção da população, como montar e proceder nos assentamentos e acampamentos, os militantes que se formam no MST ainda recebem aulas de espanhol e são informados sobre toda a situação do Brasil, principalmente na saúde e educação.
Mas os conhecimentos repassados não param por aí. A Alca é um dos assuntos favoritos, assim como a conjuntura internacional, incluindo a situação no Golfo, o por que das guerras; o poder dos EUA e ainda, relatos quem vão desde o Império Romano até os dias atuais. Instruções também são repassadas sobre procedimentos que os militantes devem ter na área jurídica e até mesmo como se portar diante de um oficial de Justiça. Eles são orientados ainda sobre alguns artigos do Código Penal, como homicídio, lesão corporal e outros, além de uma aula sobre o que é inquérito, processo e intimação e algumas leis específicas, como a que trata da tortura. (AV)

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEDIDA

CAE aprova tarifa social de água e esgoto para famílias de baixa renda

Pagamento da 2ª parcela do Pé-de-Meia começa em 25/4
BENEFÍCIO

Pagamento da 2ª parcela do Pé-de-Meia começa em 25/4

Programa Fila Zero faz um ano com 721 cirurgias de catarata realizadas
DOURADOS

Programa Fila Zero faz um ano com 721 cirurgias de catarata realizadas

Rede hospitalar da Cassems realiza primeiro encontro de Integração Médica em Dourados
SAÚDE

Rede hospitalar da Cassems realiza primeiro encontro de Integração Médica em Dourados

Homem é preso por tentativa de homicídio em Campo Grande
POLÍCIA

Homem é preso por tentativa de homicídio em Campo Grande

INFRAESTRUTURA

Governo licita mais de R$ 21,8 milhões para obras em vias urbanas e rodovias de MS

COXIM

Menina foi estuprada por homens ao ser atraída com valores de R$ 30 e R$ 50

BRASIL

Mercado financeiro prevê crescimento do PIB acima de 2% em 2024

CAPITAL

Mulher nega que irmã era garota de programa e acredita em morte por vingança

FUTEBOL FEMININO

Brasil estreia no hexagonal final contra Argentina

Mais Lidas

DOURADOS

Concurso "Miss e Mister Indígena" acontece no próximo sábado na Jaguapiru

TRÁFICO

Dois são presos saindo de Dourados com drogas que seriam entregues no Sul do país

FUTEBOL

Sem o título, Dourados perde ainda duas vagas para competições nacionais

PORTARIA

Policial preso acusado por violência doméstica em MS é demitido da PRF