Menu
Busca domingo, 27 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
PRAZO

Últimos dias para pequenos negócios quitarem dívidas com o Simples

22 janeiro 2020 - 21h50Por Da Redação

´Termina no próximo dia 31 de janeiro o prazo para os pequenos negócios que foram excluídos do Simples Nacional regularizarem as pendências e fazerem uma nova adesão ao regime. O período também se aplica aos empresários interessados em aderir ao regime pela primeira vez.

Optando por esse modelo, o empresário paga em uma única guia oito tributos municipais, estaduais e federais. O principal benefício do regime, de acordo com o Sebrae/MS, é a desburocratização de ter vencimentos em datas distintas, o que agiliza na administração do negócio, além da redução da carga tributária proporcionada pelo sistema.

Em Mato Grosso do Sul, no mês de setembro de 2019, cerca de 9,5 mil contribuintes foram notificados a fazerem regularização de débitos que somavam R$ 236 milhões. Destes, 6.456 foram excluídos do regime e ainda têm a chance de retornar ao Simples.

Para o analista do Sebrae/MS, Júlio César da Silva, a não regularização com o regime tributário traz preocupação de ter várias datas e taxas mais altas para se pagar. “Além disso, dificulta no acesso a pedidos de linhas de crédito, uma vez que serão apontados os débitos pendentes no Simples por conta desta burocracia gerada”.

De acordo com a Receita Federal, enquanto não terminar o prazo para solicitar a opção pelo Simples Nacional, o contribuinte poderá regularizar as pendências que impedem a entrada no regime. O devedor tem a opção de realizar o pagamento à vista, abater parte da dívida com créditos tributários ou parcelar os débitos em até cinco anos com o pagamento de juros e multa.

As principais irregularidades que levam à exclusão do Simples, segundo a Receita, são a falta de documentos, excesso de faturamento, débitos tributários, parcelamentos pendentes ou o exercício pela empresa de atividades não incluídas nesse regime de tributação.

Para empresas em início de atividade, o prazo para a solicitação é de 30 dias contados do último deferimento de inscrição (municipal ou estadual, caso exigível), desde que não tenham decorridos 180 dias da data de abertura constante do CNPJ (para empresas abertas até 31/12/2019) ou 60 dias (para empresas abertas a partir de 01/01/2020). Todo o processo de adesão é feito exclusivamente pela internet, por meio do Portal do Simples Nacional.

Orientação

Para dúvidas ou orientações sobre o regime, em MS os interessados podem buscar as unidades do Sebrae, de segunda à sexta-feira, de 8h às 17h ou atendimento pelo telefone 0800 570 0800.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Em um mês, mais de 5 mil aulas para primeira habilitação foram realizadas de forma online em MS
ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA
Comissão mista se reúne para ouvir formuladores das propostas de reforma tributária
CORUMBÁ
Trecho da BR-262 foi interditado por causa de fumaça dos incêndios
ESPORTE
Flamengo e Palmeiras duelam após decisão do TST favorável à CBF
PANDEMIA
Audiência pública aponta que não há condições para volta do ensino presencial nas escolas da Capital
CORUMBÁ
Em meio à fumaça, acidente termina com vítima fatal na BR-262
PANDEMIA
Medidas provisórias liberam R$ 2,5 bilhões para vacinas contra coronavírus
SAÚDE
Problemas na saúde de motoristas são causas de milhares de acidentes
BELA VISTA
Após ser capturada, arara azul é devolvida à natureza; veja vídeo
Naviraí
Polícia encontra maconha escondida embaixo de lona em meio à mata

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
ATO DE FÉ
Após vigílias em frente a hospital, família celebra 'milagre' por homem que caiu do telhado
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão
CAMPO GRANDE
Gêmeos são executados dentro de quitinete