Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
ESTADO

Refis estadual prevê até 95% de desconto sobre juros e multas

24 janeiro 2020 - 11h01Por Redação

O Governo de Mato Grosso do Sul informou que empresários em débitos com o Estado, com fatos geradores ocorridos até 31 de dezembro de 2018, e dispostos a buscar regularização com o fisco, podem receber até 95% de desconto sobre juros e multas. Para tanto basta aderir ao Programa de Recuperação de Créditos Fiscais (Refis) do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Em matéria divulgada no site institucional, cita o secretário Estadual de Fazenda, Felipe Mattos, segundo quem a expectativa de arrecadação em ICMS com o Refis está entre R$ 40 milhões e R$ 50 milhões.

“Podem participar contribuintes que tenham fatos geradores até 31 de dezembro de 2018, ou seja, débitos referentes a 2019 não entram no Refis”, destacou.

Segundo o governo estadual, os interessados devem procurar a Agência Fazendária (Agenfa) mais próxima ou acessar o site da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz-MS). Já os contribuintes com débitos inscritos em Dívida Ativa, ou seja, que já foram ajuizados, deverão se dirigir à Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

“Do total, 25% do valor arrecadado será repartido com os municípios, obedecendo o critério do Índice de Participação dos Municípios (IPM). Estar em dia com o fisco permite que, além de regularização tributária, os contribuintes participem de licitações, processos de compra do Governo e tenham certidão negativa em relação aos débitos de competência estadual”, pontua.

Quanto as formas de pagamento, detalha que os débitos podem ser pagos em três formas diferentes. A primeira delas à vista, em parcela única, com redução de 95% das multas, punitivas ou moratórias, e de 80% dos juros de mora correspondentes.

A segunda é com duas ou até 60 parcelas, com redução de 80% das multas, punitivas ou moratórias, e de 60% dos juros de mora correspondentes – desde que a parcela tenha o valor mínimo de 10 UFERMS e não seja inferior a 5% do crédito tributário.

O terceiro e último formato para adesão é para grandes devedores, que podem fazer o pagamento dos débitos em até 90 ou 120 parcelas (a depender do valor) e com desconto de 80% sobre multas e 60% sobre juros. (Com informações do Portal do Governo de Mato Grosso do Sul)

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Alta taxa de ocupação de leitos pede medidas restritivas contra Covid-19
PANDEMIA 
Alta taxa de ocupação de leitos pede medidas restritivas contra Covid-19
Câmara define prazos para encerramento do exercício de 2020
DOURADOS
Câmara define prazos para encerramento do exercício de 2020
Edital do CCZ comunica mais de R$ 280 mil em multas por focos do Aedes aegypti
DOURADOS
Edital do CCZ comunica mais de R$ 280 mil em multas por focos do Aedes aegypti
Maior jogador de futebol argentino da história, Diego Maradona morre aos 60 anos
FUTEBOL
Maior jogador de futebol argentino da história, Diego Maradona morre aos 60 anos
Com mais de 6,4 mil casos de coronavírus sem encerramento, Secretário cobra municípios
PANDEMIA 
Com mais de 6,4 mil casos de coronavírus sem encerramento, Secretário cobra municípios
DOURADOS
Transição começa reunindo primeiro escalão e agenda montada para outras secretarias
BRASIL
TSE alerta para eleitor não baixar e-Título no dia do segundo turno
BOA AÇÃO
Aumentar doações de sangue na pandemia é principal desafio no Dia Nacional do Doador
CRIME BÁRBARO
Advogado é preso suspeito de pagar pais para abusar de adolescente
PANDEMIA 
MS confirma quase mil casos de coronavírus e apresenta aumento de 70% nas internações

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
ENTERPRISE
Operação contra tráfico internacional de cocaína cumpre mandado de prisão em Dourados
CAPITAL
Funcionária de restaurante é presa em flagrante após furtar dinheiro do caixa
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia