quarta, 29 de junho de 2022
Dourados
26°max
15°min
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
BRASIL

Receita libera hoje consulta sobre restituição do Imposto de Renda

23 junho 2022 - 07h40Por Agência Brasil

A partir das 10h desta quinta-feira (24), o contribuinte que entregou a Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física acertará as contas com o Leão. Neste horário, a Receita Federal liberará a consulta ao segundo dos cinco lotes de restituição de 2022. O lote também contempla restituições residuais de anos anteriores.

Ao todo, 4.250.448 contribuintes receberão R$ 6,3 bilhões. Desse total, R$ 2.697.759.582,31 serão pagos aos contribuintes com prioridade legal, sendo 87.401 idosos acima de 80 anos; 675.495 entre 60 e 79 anos; 48.913 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 661.831 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.

O restante do lote será destinado a 2.776.808 contribuintes não prioritários que entregaram declarações de exercícios anteriores até 19 de março deste ano.

O dinheiro será pago em 30 de junho. A consulta pode ser feita na página da Receita Federal na internet. Basta o contribuinte clicar no campo Meu Imposto de Renda e, em seguida, Consultar Restituição. A consulta também pode ser feita no aplicativo Meu Imposto de Renda, disponível para os smartphones dos sistemas Android e iOS.

A consulta no site permite a verificação de eventuais pendências que impeçam o pagamento da restituição - como inclusão na malha fina. Caso uma ou mais inconsistências sejam encontradas na declaração, basta enviar uma declaração retificadora e esperar os próximos lotes.
Calendário

Inicialmente prevista para terminar em 29 de abril, o prazo de entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoa Física foi adiado para 31 de maio  para diminuir os efeitos da pandemia de covid-19 que pudessem prejudicar o envio, como atraso na obtenção de comprovantes. Apesar do adiamento, o calendário original de restituição foi mantido, com cinco lotes a serem pagos entre maio e setembro, sempre no último dia útil de cada mês.

A restituição será depositada na conta bancária informada na Declaração de Imposto de Renda. Se, por algum motivo, o crédito não for realizado, como no caso de conta informada desativada, os valores ficarão disponíveis para resgate por até um ano no Banco do Brasil.

Neste caso, o cidadão pode reagendar o crédito dos valores de forma simples e rápida pelo Portal BB, ou ligando para a Central de Relacionamento BB por meio dos telefones 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

Rhaiza Matos vistoria obra de revitalização e instalação de arena esportiva no Parque Sucupira
NAVIRAÍ

Rhaiza Matos vistoria obra de revitalização e instalação de arena esportiva no Parque Sucupira

Fiesta é apreendido em Dourados com mercadorias do Paraguai
FISCALIZAÇÃO

Fiesta é apreendido em Dourados com mercadorias do Paraguai

Jovem é baleado por homem de moto enquanto caminhava na Cohab II
DOURADOS

Jovem é baleado por homem de moto enquanto caminhava na Cohab II

Marçal Filho recebe título de cidadão Maracajuense
LEGISLATIVO DE MS

Marçal Filho recebe título de cidadão Maracajuense

ORDEM DO DIA

Refic para quitação de débitos dos municípios é aprovado em 1ª

REGIÃO

Contrabando avaliado em quase R$ 50 mil é apreendido em veículo abandonado

ECONOMIA

Senado aprova MP que facilita empréstimos para produtores rurais

POLÍTICA

TCU aprova contas do governo federal de 2021 com ressalvas

REGIÃO

Autor de furto majorado e dois receptadores são detidos em investigação

EDUCAÇÃO

Publicado resultado do sorteio para cursos de qualificação profissional do IFMS

Mais Lidas

DOURADOS

Jovem morre com tiro na cabeça e outro fica ferido no Terra Roxa

FEMINICÍDIO

Morre em hospital homem acusado de torturar e assassinar ex em MS

DOURADOS 

'Cansado' de traficar, jovem se apresenta em delegacia e entrega 'crack'

DOURADOS

Comerciantes que ficavam em posse de cartões de indígenas pagarão R$ 150 mil em indenização