Menu
Busca terça, 20 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
INCONSISTÊNCIAS

Receita Federal envia cartas para contribuintes se autorregularizarem

25 outubro 2017 - 11h34Por Agência Brasil

A Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB) enviará cartas a cerca de 340 mil contribuintes que estão com indício de inconsistências na Declaração de Ajuste Anual do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF) exercício 2017, ano-calendário 2016. Segundo a Receita, as inconsistências podem levar a atuações futuras. O envio das cartas começou esta semana e vai até o final do mês.

“O Projeto Cartas 2017 é uma iniciativa da Receita Federal destinado a estimular os contribuintes a verificarem o processamento de suas DIRPF e providenciarem correção, caso constatem erro nas informações declaradas ao Fisco”, explicou em nota a Receita.

O órgão esclarece que as cartas somente são enviadas aos contribuintes que podem se autorregularizar, isto é, contribuintes não intimados nem notificados. Não é necessário comparecer à Receita Federal.

Para saber a situação da declaração apresentada, basta consultar as informações disponíveis no site da Receita Federal, serviço Extrato da DIRPF, utilizando código de acesso ou certificado digital. A Declaração retida em alguma malha da RFB apresenta sempre a mensagem pendência. Junto com a pendência, são fornecidas orientações de como proceder no caso de erro na Declaração apresentada.

A sugestão para quem retificar a Declaração apresentada é acompanhar o seu processamento por meio do serviço disponível na internet: Extrato da DIRPF. Esta é a maneira mais rápida de saber o que ocorreu no processamento da Declaração e se há pendências que podem ser resolvidas pelo próprio contribuinte.

A Receita adverte que, caso o contribuinte não aproveite a oportunidade de se autorregularizar, poderá ser intimado formalmente para comprovação das divergências.

Após receber intimação, não será mais possível fazer qualquer correção na Declaração e qualquer exigência de imposto pelo Fisco será acrescido de multa de ofício de, no mínimo, 75% do imposto que não foi pago pelo contribuinte, ou que foi pago em valor menor do que o devido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INOCÊNCIA
Idoso é flagrado com três armas de fogo e munições em zona rural
PANDEMIA
OPAs destaca apoio dos Bombeiros à SES no enfrentamento à Covid-19
FUTEBOL
Felipão estreia no Cruzeiro contra Operário-PR fora de casa pela Série B
ASSEMBLEIA
Projeto de Marçal cria campanha de incentivo à vacinação em MS
CAMPO GRANDE
Construtora deve indenizar proprietário de apartamento novo com pisos rachados
MATO GROSSO DO SUL
Fundação de Cultura lança sete editais com valor total de R$ 1,9 milhão da Lei Aldir Blanc
PANDEMIA
Prefeitura prorroga reserva de leitos hospitalares de Covid-19 por mais R$ 1,1 milhão
HOMICÍDIO EM 2013
Condenada pela morte do ex em Dourados é presa na Capital
EMBRIAGUEZ AO VOLANTE
Advogado que atropelou e matou policial militar tem prisão preventiva decretada
ELEIÇÃO
STF confirma não ser obrigatório portar título de eleitor para votar

Mais Lidas

IDENTIFICADO
Vítima encontrada sem vida em bairro de Dourados tinha 17 anos
ACIDENTE
Criança de 3 anos se afoga em piscina de clube e socorristas tentam reanimação
DOURADOS
Homem é encontrado morto em frente residência no Parque das Nações I
ACIDENTE
Identificadas vítimas de capotamento na BR-267