Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
CONSUMIDOR

Em dia de Black Friday, Procon não recebe reclamações em Dourados

29 novembro 2019 - 18h05Por Wender Carbonari

A Black Friday deste ano, uma das principais promoções do setor de vendas no varejo, pode ser avaliada como tranquila em relação aos possíveis desentendimentos entre empresas e consumidores em Dourados. 

Isso porque, segundo o superintendente do Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumido) de Dourados, Antônio Marcos Marques, até as 16 horas desta sexta-feira (29) não havia sido notificado junto a entidade qualquer reclamação ou denúncia por parte dos consumidores. 

Marques disse ao Dourados News que acredita que algumas pessoas podem ter optado por fazer a denúncia durante a próxima semana.  

“Quanto mais recente a denúncia melhor. Se alguém teve algum problema no final de semana o ideal é que faça a denúncia no começo da próxima”, explica Antônio Marcos lembrando que a nota fiscal é o principal documento para comprovar a compra e, por tanto, imprescindível, para realizar a denúncia.

DENÚNCIA 

Se a reclamação se tratar de uma suposta propaganda enganosa, imagens comparando antigos e novos anúncios podem ajudar a provar que o produto manteve o preço, o que pode ser interpretado como crime contra o consumidor. 

“Dependendo da situação a gente vai até o local verificar de imediato, ou é feito um agendamento solicitando uma audiência com a presença das partes, no caso a loja e o consumidor” afirma o superintendente.

Se condenadas por crimes contra o consumidor, as marcas e lojas podem ser multadas em, no mínimo, 200 Uferms (Unidade Fiscal Estadual de Referência de Mato Grosso do Sul), valor equivalente no mês de dezembro a cerca de R$ 5,8 mil. 

RECLAME AQUI

Dados do site “Reclame Aqui”, plataforma digital de reclamações contra empresas sobre atendimento, compra, venda, produtos e serviços, revelam que as categorias com maior número de reclamações são as “redes de fast food”, seguido por empresas de “celulares e smartphones” e “informática”. Um terço das denúncias registradas em 2019 pelo site são motivadas por “propaganda enganosa”.   

NA INTERNET 

O superintendente do Procon de Dourados destaca que o crescimento das vendas pela internet, fator que tem mudado a forma de fazer compra de parte dos consumidores. Esse fator, consequentemente, fez com que as reclamações com relação as vendas digitais tenham aumentado a cada ano. 

Movimento Compre & Confie afirma que houve um aumento de 23% nas compras online em relação ao mesmo período do ano anterior no Brasil.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Prefeitura justifica R$ 45 milhões de dívida com Previd e pede arquivamento de inquérito
CAMPO GRANDE
Polícia recolhe filhote de jacaré abandonado por adolescentes em Pet Shop
ESTADO
Governo investe mais de R$ 5,3 milhões em bolsas de estudo com foco no avanço da ciência e da tecnologia
REGIÃO
Casal de traficantes capota veículo com bebê e mais de 350 kg de maconha
BRASIL
Resultado da segunda chamada do Prouni já está disponível
SAÚDE & BEM - ESTAR
Hipnose clínica: saiba seus benefícios e indicações
DOURADOS
Polícia prende autor de roubo a motorista de aplicativo de transporte
EDUCAÇÃO
UNIP POLO DOURADOS-MS
DOURADOS
Nova leva de multas do CCZ pela Lei da Dengue passa de R$ 120 mil
DOURADOS
Gestante é agredida com chutes durante assalto e sofre tentativa de estupro

Mais Lidas

TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa
CORONAVÍRUS
Dourados confirma o 57º óbito e chega a 4.357 casos registrados desde o início da pandemia
DOURADOS
Condutor de veículo que atropelou ciclista e fugiu sem prestar socorro é identificado