Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
DEFESO

Pesque e Solte será liberado sábado nas bacias do Paraná e Paraguai

30 janeiro 2020 - 18h50Por Da Redação

A partir do próximo sábado, dia 1º de fevereiro, a modalidade Pesque e Solte de pesca amadora será liberada em toda extensão da calha dos rios Paraguai e Paraná. Nos demais rios de Mato Grosso do Sul a pesca continua totalmente proibida devido ao período de piracema, iniciado no dia 05 de novembro e que segue até 28 de fevereiro. Já a flexibilização das regras do decreto 15.166 que prevê a Cota Zero na pesca ainda não têm data para ser publicada. O setor pesqueiro espera que o Governo libere pelo menos 1 espécie nobre e mais cinco piranhas para os pescadores amadores.

A Piracema não será afetada pela medida, já que nos rios onde é liberada a modalidade em fevereiro os peixes já fizeram a desova. Porém, os pescadores devem zelar pelos peixes, usando anzóis sem farpas para evitar ferimentos e devolvendo os animais ao rio no mesmo local em que estavam.

A PMA (Polícia Militar Ambiental) e o Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) mantém a força-tarefa de fiscalização e combate a pesca nesse período, visando garantir a reprodução das espécies. A Piracema é o período de defeso, quando os peixes sobem a correnteza em direção às cabeceiras para se reproduzir.

Nos dois primeiros meses da Piracema já foram apreendidos 369 quilos de pescado e 32 pessoas foram presas e autuadas por crime ambiental pela PMA. O relatório foi entregue pelo comandante da PMA, tenente-coronel Eduardo Lane, ao secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck.

Neste ano, o número de apreensões e prisões está bem maior que o registrado no mesmo período do ano passado e as autoridades estão atentas. O Imasul está reforçando a fiscalização, com 30 servidores na operação que segue até 28 de fevereiro em todas as regiões do Estado. Além dos rios, peixarias e restaurantes também estão sendo vistoriados. Quem for pego com pescado nesse período, sem comprovação de origem, sofrerá sanções previstas da lei de crimes ambientais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARAGUAI
Rede de hipermercado demite 700 funcionários devido ao fechamento da fronteira
IVINHEMA
Detran suspende atendimento em mais uma agência por suspeita de Covid-19 em servidor
PANDEMIA
Onevan de Matos testa positivo e é o quarto deputado a contrair coronavírus
DOURADOS
Igreja deve receber de volta R$ 96 mil pagos em IPTU
POLÍCIA
Veículo tomado em golpe do falso depósito é recuperado em Dourados
RIO BRILHANTE
Dupla é presa transportando drogas na BR-163
INFORME PUBLICITÁRIO
Chave na Mão: Dalfort Construtora entrega sua casa pronta com o pagamento da mão de obra facilitado
ENCONTRO
Pelo segundo ano, Amazônia será tema de Bolsonaro em discurso na ONU
LEGISLATIVO DE MS
Pautadas três proposta para a Ordem do Dia desta terça-feira
ECONOMIA
Atividade industrial de MS recupera mesmo patamar de produção anterior à Covid-19

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
ESTADO
Confraternização em fazenda termina com tragédia após briga familiar
TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
DOURADOS
Amigos e familiares de entregador morto em acidente pedem que justiça seja feita