Menu
Busca quinta, 28 de maio de 2020
(67) 99659-5905

O poder da economia cor de rosa

12 janeiro 2010 - 16h38

O poder do mercado gay é destaque deste bimestre da revista, especializada em marketing digital. A revista ouviu por exemplo a empresa de construção civil Tecnisa que segundo seu diretor de marketing da construtora, os gays são ótimos clientes. “Eles gastam 25% do valor do imóvel em acabamento e modificações da planta, enquanto os heterossexuais destinam apenas 12% do valor a essas mudanças.”

A relação dos LGBTs com a internet é grande e se mostra muito efetiva para as empresas. 

“Nossa taxa de cliques em anúncios é de 0,28, 0,30. Quando investimos nos canais LGBTs ela sobe para 1,3, 1,4, quase cinco vezes mais”, relata outro executivo da empresa. A força da chamada economia cor-de-rosa também é sentida na parada de São Paulo, que movimentou R$ 189 milhões em 2009.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREIOS
Cadela encontra droga avaliada em R$ 200 mil em encomendas despachadas
ECONOMIA
Senado Federal aprova MP do aumento salário mínimo para R$ 1.045
CORUMBÁ
Cinco funcionários são presas acusadas de venda e receptação de tijolos
PROTOCOLOS
Comitê de ações da UEMS publica Plano de Biossegurança Institucional
POLÍTICA
Planalto teme que quebra de sigilo repercuta na cassação de Bolsonaro
CAPITAL
Homem acusado de esfaquear a mãe e um amigo da ex-mulher é preso
REMÉDIO CONTRA MALÁRIA
França proíbe uso da hidroxicloroquina para tratamento da Covid-19
PONTA PORÃ
Ambiental autua homem em R$ 15 mil por maus-tratos a animais
DATAFOLHA
Para 61% dos que viram reunião, Bolsonaro quis interferir na PF
POLÍCIA
Idosa é agredida após ter a casa invadida por morador de rua

Mais Lidas

DOURADOS
Paciente com suspeita de coronavírus afasta mais de 20 profissionais da saúde no HV e UPA
PANDEMIA
Dourados é "campeã" de casos de coronavírus em MS pelo 3º dia consecutivo
PANDEMIA
Dourados investiga morte com suspeita do novo coronavírus
DOURADOS
Empresários cobram de Délia prova científica para justificar toque de recolher