Menu
Busca terça, 31 de março de 2020
(67) 9860-3221

Caixa assume carteira de ações de R$ 2 bilhões da BNDESPar

05 janeiro 2013 - 17h40

No apagar das luzes de 2012, a Caixa Econômica Federal assumiu uma carteira de ações de pelo menos R$ 2,08 bilhões que pertencia à BNDESPar, braço de investimentos do BNDES. As informações foram divulgadas nos últimos dias por quatro companhias abertas em comunicados enviados à Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Embora os textos não sejam claros sobre o ponto, e o governo ainda não tenha se manifestado a respeito do tema, tudo indica que houve uma triangulação, com o BNDES transferindo a carteira para o Tesouro, que em seguida usou os mesmos ativos para capitalizar a Caixa.

Na maioria dos comunicados - exigidos pela regulamentação da CVM sempre que há movimentação acima de 5 pontos percentuais no capital acionário de uma empresa aberta -, há a informação apenas de que o BNDES alienou um quantidade de ações e que a Caixa passou a ter o mesmo número de papéis no mesmo dia.

No caso da maior transferência, de R$ 1,78 bilhão, de papéis da empresa de alimentos JBS, o texto é mais específico e diz que “as ações foram recebidas [pela Caixa] de seu controlador a título de transferência para aumento de capital”.

Com o negócio, a Caixa passou a ter 10% do capital da JBS e o BNDES manteve uma fatia direta e indireta de 23%.

O banco, que até poucos anos tinha como principal objetivo oferecer crédito habitacional, também virou sócio relevante da mineradora e metalúrgica Paranapanema, com participação acionária de 17%, avaliada em R$ 272 milhões, assumindo a fatia que cabia à BNDESPar.

A Caixa recebeu aporte também ações da Indústrias Romi (R$ 24 milhões) e da Mangels (R$ 4 milhões) que estavam na carteira do BNDES.

Em edição extra do “Diário Oficial da União” de 28 de dezembro, há um decreto dizendo que o governo usaria R$ 5,4 bilhões em ações excedentes ao controle da Petrobras para capitalizar a Caixa. Mas o texto não cita a possibilidade de uso de papéis de outras empresas.

Procurada, a Caixa não retornou pedido de entrevista até a publicação desta matéria. Inclusive para informar se os aportes realizados envolveram ações de mais empresas, além das quatro que divulgaram informações ao mercado. Posteriormente, a instituição divulgou nota à imprensa na qual informa que os aportes “elevaram os limites operacionais da Caixa (Basileia), beneficiando a instituição, ao permitir que ela continue a expandir sua carteira de crédito e cumprir sua missão de agente de políticas públicas e parceira estratégica do Estado Brasileiro”.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRÊS LAGOAS
Homem é preso ao tentar furtar 1,4 quilo de picanha de mercado
SAÚDE
Mariano, da dupla com Munhoz, é diagnosticado com o novo coronavírus
CORONAVÍRUS
OAB nacional adia publicação dos próximos editais de exame de ordem
POLÍTICA
Governo vai cruzar dados para o pagamento do auxílio de R$ 600
UEMS
Universidade da Melhor Idade suspende aulas por tempo indeterminado
LIVE
Governo de MS amplia benefício a carentes e orienta sobre cuidados em casa
VIOLAÇÃO DE REGRAS
Facebook e Instagram apagam vídeo que mostra passeio de Bolsonaro
CARACOL
Homem tenta matar esposa e esfaqueia homem que a protegia
PROTESTO
Cidades brasileiras registram panelaço contra Bolsonaro pelo 14º dia seguido
REGIÃO
Judiciário de MS destina mais de R$ 570 mil no combate à COVID-19

Mais Lidas

FRONTEIRA
Acidente na MS-164 em Ponta Porã leva pai e filho a óbito
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
DOURADOS
Homem leva surra de populares e é detido por furtar dois veículos em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta