Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
FILAS

Ministério Público quer barrar contratação de militares pelo INSS

17 janeiro 2020 - 21h50Por G 1

O subprocurador-geral do Ministério Público no Tribunal de Contas da União (TCU), Lucas Furtado, pediu nesta sexta-feira, dia 17 de janeiro, ao tribunal que suspenda a contratação, pelo governo, de militares da reserva para atuar no INSS (Instituto Nacional de Seguro Social).

A representação será distribuída a um dos ministros do TCU. Caberá a relator atender ou não ao pedido (leia os argumentos dos procurador mais abaixo).

Procurada, a Secretaria de Trabalho informou que a Advocacia Geral da União (AGU) se manifestará sobre o caso quando for notificada do pedido.

Na última terça-feira (14), o governo informou que irá contratar 7 mil militares para tentar reduzir as filas de atendimento.

Atualmente, cerca de 2 milhões de pessoas estão à espera de uma resposta para obter benefícios.

Argumentos do Ministério Público

No pedido apresentado ao TCU, Lucas Furtado questiona a legalidade da medida. Isso porque, segundo ele, a contratação não poderia ser direcionada apenas a militares da reserva.

"Ao meu ver, não pode haver o direcionamento da contratação para os militares da reserva, pois, nesse caso, é nítida a reserva de mercado que o governo federal está promovendo para remediar o impasse das filas de processos pendentes de análise", afirmou o procurador.

Furtado também argumentou que o militar da reserva não é um funcionário público aposentado e que a disponibilidade dos militares de reserva visa atender a possíveis necessidades das Forças Armadas, não a necessidades de atividades de natureza civil.

Segundo informou o governo, o custo das medidas para acabar com a fila de pedidos no INSS será de R$ 14,5 milhões por mês, valor que inclui a gratificação dos militares – que, por lei, equivale a 30% adicionais sobre a aposentadoria na reserva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AVANÇO DA COVID-19
Brasil se aproxima de 95 mil mortes por Covid, com média de 995 por dia
CAMPO GRANDE
Guarda patrimonial é preso por dirigir embriagado dentro do Detran
MEIO AMBIENTE
Paulista é autuada em R$ 116 mil por desmatamento para pastagem
PANDEMIA
Idosa morre em Aquidauana por Covid-19 e óbitos chegam a 15
COMÉRCIO EXTERIOR
Balança comercial tem superávit recorde de US$ 8,06 bilhões em julho
CAPITAL
Polícia apreende quase 4 toneladas de maconha que seguiria para o RJ
PANDEMIA
Taxa de letalidade da Covid-19 sobe para 1,6% em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA
Dólar fecha em forte alta e volta a superar R$ 5,30
AÇÃO CONJUNTA
Operação intensifica combate aos incêndios na região do Pantanal
CONSUMIDOR
Preço médio da gasolina dispara em Dourados

Mais Lidas

ACIDENTE
Motociclista perde controle da moto e invade estabelecimento na Marcelino Pires
ACIDENTE
Jovem é atropelado em Dourados e motorista foge do local sem prestar socorro
TRÁFICO DE DROGAS
Força Aérea persegue pilotos que sobrevoavam MS com mais de 1 t de cocaína
DOURADOS
Quatro pessoas são presas acusadas de fazerem parte de facção criminosa