Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
Agronegócio

Mato Grosso do Sul já vendeu 55% da soja e 22% do milho

29 fevereiro 2020 - 10h00Por André Bento

Levantamento da Granos Corretora citado no mais recente boletim Casa Rural da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul) revela que até quarta-feira (26) os produtores rurais sul-mato-grossenses já haviam comercializado 55% da soja e 22% do milho segunda safra.

Ainda na fase de colheita, o grão tem área plantada estimada em 3,163 milhões de hectares nesta safra 2019/2020, com projeção de 9,906 milhões de toneladas em produção e 52,19 sacas por hectare em produtividade.

Até 21 de fevereiro, a equipe do Siga-MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) verificou que as máquinas colheitadeiras avançaram por 686.493 hectares, 21,7% do que há para colher da oleaginosa no Estado.

Já o milho segunda safra, ainda em fase de plantio, deve ocupar 1,977 milhão de hectares do território estadual, redução aproximada de 9,02% no comparativo com o clico passado, de 2,173 milhões de hectares.

Até 21 de fevereiro, os pesquisadores da Famasul registraram cultivo em 342.179 hectares do cereal, 17,3% do total previsto.

MERCADO

Na análise de mercado, o Siga-MS cita que o preço médio da saca de 60 quilos as soja teve valorização de 2,29% no período do dia 17 a 26 de fevereiro em Mato Grosso do Sul, encerrando o período cotada a R$ 75,50.

“Dentre as praças pesquisadas, São Gabriel do Oeste registrou a maior valorização no mês, onde a saca foi cotada em R$ 77,50. O preço médio do mês de fevereiro ficou em R$ 74,02/sc, no comparativo com fevereiro do ano passado, houve avanço nominal de 11,03%, quando a oleaginosa havia sido cotada, em média, a R$ 66,66/sc. O mercado interno reflete as sequentes valorizações da moeda americana, a qual chegou a ser cotada em R$ 4,44 no dia 26/02”, detalha.

Quanto ao milho, foi identificada valorização de 1,95% no preço da saca no Estado, entre 17 a 26 de fevereiro de 2020, e o cereal encerrou o período negociado a R$ 42,56.

“A praça de Maracaju registrou a maior valorização no mês sendo cotada a R$ 42,50. O preço médio do mês de fevereiro ficou em R$ 41,75/sc, no comparativo com fevereiro do ano passado, houve avanço nominal de 37,43%, quando o cereal havia sido cotado, em média, a R$ 30,38/sc”, pontua o boletim Casa Rural.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAPITAL
Agente penal encontra seis quilos de maconha no interior de presídio
VESTIBULAR
Federal não vai cobrar inscrição de candidatos do CadÚnico e de escola pública
POLÍCIA
Preso que afirmou ter sido "expulso" por facção é foragido, diz Agepen
PANDEMIA
Em MS, 20% das pessoas que realizaram exames para Covid até agosto testaram positivo
SAÚDE
SUS abre consulta pública sobre uso de medicamento para o coração
CORONAVÍRUS
Presidente da 3ª Igreja Batista, pastor Mauro morre vítima da Covid-19
JUSTIÇA
Acusação indevida de assédio moral gera indenização de R$ 10 mil
CAMPO GRANDE
Advogado é preso tentando entrar com cocaína em presídio
INVESTIGAÇÃO
Mãe e filho foragidos da justiça são capturados em bairro da Capital
DOCUMENTAÇÃO FALSA
Caminhões com 120 bovinos trazidos ilegalmente do Paraguai são apreendidos em MS

Mais Lidas

DOURADOS
Motorista bêbado atropela cinco pessoas que voltavam da igreja no Novo Horizonte
DOURADOS
Após bebedeira, homem é assassinado por “dar em cima” de esposa do acusado
DOURADOS
Motorista que fez 'strike' e atropelou cinco no Novo Horizonte é levado à PED
DOURADOS
Carro carregado com calhas capota após colisão e mulher fica ferida