Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Indústria do vestuário de MS prevê estabilidade em 2020

04 março 2020 - 13h20Por Da Redação

Após registrar retração nos últimos anos em Mato Grosso do Sul, a indústria do vestuário e têxtil estadual deve permanecer estável neste ano, com o valor bruto da produção (VBP) mantendo-se no mesmo patamar de 2019, quando somou R$ 1,1 bilhão. Comparado com o resultado de anos anteriores, a análise para 2020 aponta para o início de uma recuperação gradual do segmento composto por 293 empresas que empregam 1.295 trabalhadores com carteira assinada.

Segundo o presidente do Sindivest/MS (Sindicato Intermunicipal das Indústrias do Vestuário, Tecelagem e Fiação de Mato Grosso do Sul), José Francisco Veloso Ribeiro, o cenário de estabilidade, que pode até ser considerado modesto, é resultado da crise vivida no País há alguns anos.

“O mercado está se ajustando ao novo cenário econômico. Cada empresa tem seu nicho de mercado e deve seguir a evolução tecnológica para melhorar a produtividade, se adaptar para produzir mais e com custo menor”, comentou.

Francisco Veloso também reforça a importância de o empresário da indústria do vestuário e têxtil focar na solução e não em um problema que emperre seu crescimento. “As empresas precisam procurar os caminhos para crescer mesmo em momentos desfavorável na economia e não entrar na zona de conforto. Nós do Sindivest/MS, juntamente com o Senai e todo o Sistema Fiems, procuramos apoiar oferecendo inovação, tecnologia através de cursos de produção e gestão de processo produtivo”, destacou.

Os índices poderiam ser melhores, de acordo com ele, mas isso não faz jus ao potencial da indústria no Estado e no País. “Mato Grosso do Sul tem que almejar crescer sempre. Nossa indústria tem todos os pilares para complementar este crescimento: temos tecnologia e os profissionais precisam buscar qualificação”, projetou.

O líder sindical acrescenta o Sindivest/MS firmou uma parceria com o Senai para realizar uma série de ações voltadas a beneficiar as indústrias do vestuário e têxtil, que demandam profissionais altamente qualificados. Entre as iniciativas estão o curso técnico de modelagem do vestuário, além de atender à demanda de cursos rápidos, como modelagem industrial, modelagem digital, planejamento e controle de produção e marketing digital para a indústria do vestuário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro continua apresentando ótima evolução clínica
FUTEBOL
Águia Negra encara Real Noroeste em busca da primeira vitória na Série D
MARACAJU
Mulher é presa por tráfico na frente de filha de 3 anos e bebê
DOURADOS
Guarda cumpre mandado e prende ‘Maldita’ durante festa na Cachoeirinha
BRASIL
Agências da Caixa não abrem neste sábado
CAPITAL
Jovem morre após colidir moto contra árvore em avenida
FUTEBOL
Três jogos dão continuidade à 12ª rodada do Brasileirão neste sábado
DOURADOS
Homem é baleado com tiro no ombro no Ouro Verde
DOURADOS
Motorista bêbado que fez 'strike' em cinco paga fiança de R$ 10 mil e responderá em liberdade
LOTERIA
Mega acumulada pode pagar R$ 50 milhões neste sábado

Mais Lidas

POLÍCIA
Caminhoneiro de Dourados morre ao capotar na serra de Maracaju
PANDEMIA
Novo decreto diminui toque de recolher e libera venda de bebidas em bares até as 23h
PROSSEGUIR
Governo atualiza mapa da Covid e Dourados volta para "bandeira vermelha"
PONTA PORÃ
Polícia apreende comboio com contrabando avaliado em R$ 1 milhão