Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

IBGE mostra Dourados atrás de Três Lagoas em ranking do PIB em MS

13 dezembro 2019 - 11h52Por André Bento

Levantamento feito pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) com base em dados de 2017 mostra que Dourados segue atrás de Três Lagoas no ranking que avalia o PIB (Produto Interno Bruto) dos municípios. Enquanto a economia local totalizou R$ 8,3 bilhões em riquezas, sobretudo graças aos setores de serviços e de administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, no município da região do bolsão a cifra atingiu R$ 10,1 bilhões, especialmente por causa da agropecuária e da indústria.

Líder estadual, Campo Grande ocupa o 30º lugar em âmbito nacional, com um PIB a preços correntes de cerca de R$ 27 bilhões, o que representa uma participação de 0,41% no montante nacional.

Completam a lista dos seis municípios sul-mato-grossenses mais ricos Corumbá, com PIB de R$ 2,86 bilhões, Ponta Porã, de R$ 2,64 bilhões, e Maracaju, de R$ 2,38 bilhões. Segundo o IBGE, “entre os 30 municípios do Centro-Oeste com menores PIBs, nenhum é de Mato Grosso do Sul”.

A lista dos municípios mais ricos do Brasil é liderada por São Paulo, com PIB de R$ 699 bilhões, seguido pelo Rio de Janeiro, de R$ 337 bilhões, por Brasília, no Distrito Federal, de R$ 244 bilhões, Belo Horizonte, capital de Minas Gerais, de R$ 88,9 bilhões, e Curitiba, no Paraná, de R$ 84,7 bilhões.

Na região Centro-Oeste, também segundo o IBGE, 96 municípios têm suas economias ancoradas na produção de soja em grão, algodão herbáceo e arroz em grão.

Três Lagoas, cuja maior atividade agropecuária é o cultivo de cana-de-açúcar, figura entre os cinco maiores valores adicionados ao PIB por esse ramo econômico, de R$ 1,2 bilhão. Já Dourados, na região sul-mato-grossense onde a soja é protagonista, adicionou R$ 484,8 milhões.

O IBGE detalha ainda que dois municípios de Mato Grosso do Sul estão no ranking dos 100 brasileiros com maiores valores adicionados bruto da Indústria. Nesse aspecto, Três Lagoas totalizou R$ 5,1 bilhões e supera até Campo Grande, com R$ 3,7 bilhões.

Quanto à atividade econômica de prestação de serviços, Campo Grande retoma a liderança estadual, com R$ 14 bilhões agregados ao PIB. Dourados teve R$ 4,3 milhões e Três Lagoas R$ 2,2 milhões.

Em administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social, mais uma vez a capital é líder, com R$ 5,2 bilhões agregados à economia, enquanto Dourados obteve R$ 1,3 bilhão e Três Lagoas R$ 750 milhões.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SÃO GABRIEL
Jovem é presa ao pedir carona para transportar mochila com cocaína
CÓDIGO PENAL
Senado Federal aprova pena maior para crimes de racismo e homofobia
OPERAÇÃO SPARTACUS
Exército prende 2 pessoas, apreende 57 armas e 25 mil munições
POLÍTICA
Bolsonaro edita MP que isenta conta de luz para moradores do Amapá
NOVA ANDRADINA
Polícia Civil destrói 822 quilos de drogas no Vale do Ivinhema
REGIÃO
Startup-se Bioeconomia reúne jovens para identificar oportunidades
CAPITAL
Dependendo de moto para trabalhar, família tem veículo furtado
JUDICIÁRIO
STF adia decisão sobre remarcação de concursos por crença religiosa
Sobe para 41 o número de mortos em acidente no interior de São Paulo
UEMS
Thiago, de 21 anos, pesquisa as potencialidades da Guabiroba-verde

Mais Lidas

VIOLÊNCIA
Mulher esfaqueia ex após discussão em hotel no Centro de Dourados
DOURADOS 
Foragido, autor de homicídio condenado a 16 anos é preso no Novo Horizonte
CRIME BÁRBARO
Suspeita de esquartejar e colocar corpo de namorado em malas se entrega à polícia
IMPROBIDADE
Caso de vereador que perdeu mandato em Dourados tem desfecho no STJ