Menu
Busca domingo, 29 de novembro de 2020
(67) 99659-5905
AGRONEGÓCIO

Hong Kong compra mais da metade da carne suína exportada por MS

25 novembro 2019 - 10h03Por André Bento

Mato Grosso do Sul tem Hong Kong como principal comprador da carne suína in natura que produz. De janeiro a outubro, essa ex-colônia britânica que constitui território autônomo na China pagou US$ 1,2 milhão por 711.474 quilos do produto sul-mato-grossense. Esse montante representa 64,95% da receita com as vendas externas do Estado.

Esses dados constam no mais recente boletim Casa Rural da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul). Segundo a entidade, “as exportações de carne suína in natura sul-mato-grossense registraram alta pelo quarto mês consecutivo, elevando o total dos dez meses de 2019 para 1,5 mil tonelada e receita de US$ 1,9 milhão”.

Contudo, “o resultado do acumulado do ano representou queda de 58,86% no volume e 69,58% da receita, considerando as 3,6 mil toneladas e faturamento de US$ 6,4 milhões registrados no igual período de 2018”.

O levantamento do setor produtivo estadual indica ainda que Angola ocupa a segunda posição entre importadores da carne suína in natura produzida no Estado. De janeiro a outubro foram 239.100 quilos, pelo que pagou US$ 243.336.

Também estão na lista de importadores desse produto sul-mato-grossense República Democrática do Congo (US$ 135.185 por 90.060 quilos), Geórgia (US$ 86.425 por 48.956 quilos), Costa do Marfim (US$ 83.552 por 134.010 quilos), Libéria (US$ 68.429 por 166.476 quilos), Haiti (US$ 59.422 por 124.380 quilos), Sint Maarten (US$ 8.069 por 3.000 quilos), Congo (US$ 4.259 por 2.760 quilos), e Anguilla (US$ 1.894 por 1.000 quilos).

Ainda de acordo com o boletim Casa Rural, Mato Grosso do Sul é o sétimo principal exportador de carne suína in natura no país. O líder é Santa Catarina, que exportou 297.938 toneladas por US$ 630.082 milhões.

Rio Grande do Sul comercializou 117.497 toneladas no mercado internacional, pelo que recebeu US$ 292.939 milhões, Paraná 81.785 toneladas por US$ 179.706 milhões, Minas Gerais 8.422 toneladas por US$ 15.208 milhões, Mato Grosso 6.085 toneladas por US$ 11.526 milhões, e Goiás 1.444 toneladas por US$ 2.077 milhões.

Atrás de Mato Grosso do Sul na lista de principais exportadores do Brasil figuram São Paulo, 327 toneladas por US$ 1.735 milhão, Acre, 389 toneladas por US$ 931 mil, e Espírito Santo, 64 toneladas por US$ 251 mil.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GRANDE DOURADOS
Carreta da Justiça atenderá Jateí na segunda-feira
TRF3
Advogado está isento de anuidade da OAB a partir dos 70 anos de idade e 30 de contribuição
BRASIL
Anvisa recebe pedido para análise da vacina da Janssen-Cilag
PANDEMIA
Fachin solicita informações sobre cumprimento de liminar que restringiu operações policiais no RJ
Dezembro terá três leilões com mais de 700 motocicletas pelo Detran
MS
Dezembro terá três leilões com mais de 700 motocicletas pelo Detran
ELEIÇÕES 2020
Para justificar ausência no domingo, eleitor deve baixar e-Título hoje
STF
Ministro intima PGR para que se manifeste sobre desistência de Bolsonaro de prestar depoimento
ESTADO
Agepen institui comissão para regulamentar critérios na seleção de reeducandos para o trabalho
STJ
Joesley Batista terá de pagar R$ 300 mil a Michel Temer por danos morais
INVESTIGAÇÃO
Perícia no tapa-buracos de Dourados deve ter resultado preliminar na segunda-feira

Mais Lidas

DOURADOS
Com leitos de UTI's lotados, prefeitura aumenta toque de recolher e manda fechar clubes
DOURADOS
Júri condena membros de grupo de extermínio a mais de 100 anos de prisão
PEDRO JUAN
Quatro corpos são encontrados enterrados na fronteira
BONITO
Mãe de bebê também morre após carro bater em coqueiro na MS-382