Menu
Busca segunda, 25 de outubro de 2021
(67) 99257-3397
POLÍTICA

Governo eleva alíquota do IOF para custear o novo Bolsa Família

16 setembro 2021 - 21h50Por G 1

O presidente Jair Bolsonaro assinou decreto para elevar, até o fim de 2021, a alíquota do IOF (Imposto sobre Operações Financeira), de Crédito, Câmbio e Seguro, ou relativas a Títulos ou Valores Mobiliários. O dinheiro arrecadado será usado para custear o Auxílio Brasil, proposto pelo governo para substituir o Bolsa Família.

A informação foi divulgada pelo Palácio do Planalto. Segundo o governo, a alta do IOF valerá para operações de crédito de pessoas físicas e de empresas. A mudança valerá entra a próxima segunda (20) e o dia 31 de dezembro.

Até a última atualização desta reportagem, o governo ainda não tinha divulgado a nova tabela do IOF – e o decreto ainda não tinha sido publicado no "Diário Oficial da União". Ao definir a mudança por decreto, Bolsonaro evita que o tema seja analisado pelo Congresso Nacional.

O IOF é apurado diariamente. Pelas regras em vigor atualmente, a cobrança máxima do tributo é de 3% ao ano para pessoa jurídica e de 6% para pessoa física. Os novos percentuais não foram divulgados.

De acordo com o governo, a alta do IOF permitirá uma arrecadação extra de R$ 2,14 bilhões para custear o novo Bolsa Família. Bolsonaro já enviou uma medida provisória sobre o novo programa ao Congresso, mas ainda não divulgou qual será o valor das parcelas pagas aos beneficiários.

A implementação do Auxílio Brasil em 2021, no entanto, deve custar mais que os R$ 2,14 bilhões a serem arrecadados com o IOF. Em agosto, o secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Bruno Funchal, projetou custo adicional de R$ 26 bilhões a R$ 28 bilhões para o programa em 2022 – entre R$ 2,17 e R$ 2,33 bilhões mensais.

"A medida irá beneficiar diretamente cerca de 17 milhões de famílias e é destinada a mitigar parte dos efeitos econômicos danosos causados pela pandemia", diz o material divulgado pela Secretaria-Geral da Presidência da República.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NÚMEROS DA PANDEMIA
Média móvel de mortes por Covid completa 2 semana abaixo de 400
Homem morto em troca de tiros era especialista em invadir comércios
CAMPO GRANDE
Homem morto em troca de tiros era especialista em invadir comércios
MERCADO FINANCEIRO
Dólar comercial cai para R$ 5,55 em dia de ajustes no mercado
CAPITAL
Homem é suspeito de estuprar enteada durante idas da esposa à igreja
MS lança programa para melhorar alfabetização da rede pública
EDUCAÇÃO
MS lança programa para melhorar alfabetização da rede pública
PÓS TEMPORAL
Há quase 48h sem energia, moradores relatam dificuldades em bairro de Dourados
PORTO MURTINHO
Homem morre após perder controle de direção e cair em ribanceira
AÇÃO PARLAMENTAR
Simpósio aborda uso de tecnologias para área da Engenharia de Agrimensura
DOURADOS
Ladrões furtam botijões de gás no Harrison de Figueiredo
DOURADOS
Homens invadem sítio e furtam porcos e frangos

Mais Lidas

CÁRCERE PRIVADO
Tentativa de sequestro a criança termina com jovem preso em Dourados
CLIMA
Vendaval atinge Dourados e deixa rastro de destruição
ACIDENTE
Morto em acidente na BR-163 voltava de festa em Caarapó
DOURADOS
Vento supera 40 quilômetros por hora e grande perigo de tempestade inicia de tarde