Menu
Busca quinta, 29 de julho de 2021
(67) 99257-3397

Governo aposta em diversificação da economia de MS

02 dezembro 2004 - 17h07

O processo de desenvolvimento de Mato Grosso do Sul nos próximos 20 anos depende, em grande parte, da diversificação da economia do Estado. Este é um dos principais fundamentos da estratégia que governo e sociedade vêm tecendo durante os trabalhos de atualização do MS-2020 (instrumento de planejamento de longo prazo do governo).Nesta quinta-feira, durante o seminário “Cenários Estratégicos do Desenvolvimento”, o vice-governador Egon Krakhecke explicou que os estudos sobre as estratégias de desenvolvimento têm acontecido em três frentes complementares: um estudo sobre os cenários estratégicos (análise dos acontecimentos em MS, no Brasil e no mundo), um estudo sobre a matriz energética do estado e um estudo sobre as cadeias produtivas existentes e potenciais.Durante o seminário, o jornalista e escritor Wladimir Pomar traçou um quadro da conjuntura sócio-econômica nacional e mundial que serviu como ponto de partida para que os cerca de 300 participantes do encontro discutissem, em grupos temáticos em seguida, as estratégias a serem adotadas pelo Mato Grosso do Sul para continuar inserido num processo de desenvolvimento sustentável.O consenso em torno da necessidade de diversificar a atividade econômica sul-mato-grossense, através das cadeias produtivas, encontra abrigo teórico na chamada "teoria da deterioração dos termos de troca", elaborada pelo economista e fundador da Cepal (Comissão Econômica para a América Latina e Caribe) Raul Prébisch.A idéia por trás da teoria é simples para quem hoje acompanha as dificuldades das regiões que dependem das exportações de commodities: o preço dos produtos básicos tendem sempre a cair em relação aos preços das mercadorias mais sofisticadas. Como conseqüência, os países e estados que dependem a exportação de commodities são mais vulneráveis às crises externas por conta da queda do valor das exportações.A saída para essa armadilha era a diversificação da estrutura produtiva, ou seja, a industrialização, tornando a economia estadual capaz de produzir e exportar bens de maior valor. No caso de Mato Grosso do Sul, a receita apontada pelo governo está no planejamento estatal. “O Estado precisa exercer o seu papel de agente de planejamento e de indução ao desenvolvimento”, apontou em seu pronunciamento o vice-governador. Ou em outras palavras, ao Estado cabe o papel de direcionar os recursos e apoiar a diversificação econômica.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALERTA
MS tem 10 municípios em grande risco de incêndios florestais
Paranaense é multado em R$ 52 mil por incêndio em pastagem no MS
OPERAÇÃO PROLEPSE
Paranaense é multado em R$ 52 mil por incêndio em pastagem no MS
Pela primeira vez no ano, Dourados completa três dias sem notificações de morte por Covid
PANDEMIA
Pela primeira vez no ano, Dourados completa três dias sem notificações de morte por Covid
Após causar acidente motorista de caminhonete foge, mas deixa placa cair na rua
DOURADOS
Após causar acidente motorista de caminhonete foge, mas deixa placa cair na rua
Com cinco casos, número de feminicídios cresce em Dourados na pandemia
CRIMES BÁRBAROS
Com cinco casos, número de feminicídios cresce em Dourados na pandemia
MÚSICA POP
'Cancela': cantora de MS chama atenção para relacionamentos abusivos em clipe; assista
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Polícia arromba porta de residência para prender homem que ameaçou a ex com faca e machadinha
BRASIL
Ministério decide cancelar contrato para aquisição da vacina Covaxin
VIOLÊNCIA DOMÉSTICA
Após chegar embriagado em casa, homem agride esposa e é preso
BRASIL
Lei suspende até dezembro cumprimento de meta por prestador de serviço ao SUS

Mais Lidas

DOURADOS
Acidente no Centro deixa motociclista com fratura na perna e motorista foge
DOURADOS
Drogas e submetralhadora são apreendidos no Idelfonso Pedroso
FRONTEIRA
Casal é executado por "justiceiros" enquanto comemorava aniversário
DOURADOS
Justiça converte em preventiva prisão de jovem que matou adolescente atropelado