Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020
(67) 99659-5905
TRABALHO

Funtrab efetua 441.484 atendimentos em dezembro

25 dezembro 2019 - 13h35Por Da redação

Os dados da Coordenadoria Estudos e Pesquisas apontam crescimento na oferta de empregos e colocação no mercado de trabalho em 2019.  Até dia 23 de dezembro foram efetuados 441.484 atendimentos, 78.070 encaminhamentos a vagas de trabalho e desses, 16.487 pessoas foram devidamente contratadas. No mesmo período, em 2018, o número de empregados foi de 15.321.

Alinhada à política de desenvolvimento das atividades produtivas do Estado, que tem possibilitado a criação de postos de trabalho e de geração de renda, a Funtrab conta com uma rede de atendimento ao trabalhador distribuída em 9 regiões do Estado de Mato Grosso do Sul, sendo no total de 31 (trinta e uma) unidades estruturadas para prestar esses serviços.

De acordo com Evandro Nassar, coordenador de Projetos Especiais, o objetivo é atender o trabalhador desempregado, ou sob risco de desocupação, de forma a facilitar o seu reingresso ou permanência no mercado formal.  Os trabalhadores do setor informal também são atendidos pela Funtrab com a intermediação das oportunidades de serviço e a mão-de-obra ofertada.

O Natal de 2019 será bem mais alegre para Benedito de Medeiros, 61 anos, do que o do ano passado. Depois de um ano sem trabalho, há um mês conseguiu uma colocação no mercado como porteiro de um edifício residencial. O emprego, conseguido através da Funtrab (Fundação de Trabalho de Mato Grosso do Sul) chegou na hora certa, segundo ele. “Eu estava desesperado”, confessa Medeiros, que já trabalhou como cozinheiro e garçom. Devido a um problema no joelho ele foi forçado a deixar o emprego e passou a procurar por trabalhos que exigem menos esforço.

Divorciado, Benedito mora com a mãe e um irmão no bairro Rouxinóis. Feliz com o novo trabalho, ele diz que finalmente vai conseguir ajudar nas despesas de aluguel, luz, água. Embora admita que, na maioria das vezes, foi discriminado em outras entrevistas de emprego por conta da idade, Medeiros contou que agora foi contratado justamente pela experiência. “A portaria exige muita responsabilidade e nem sempre os jovens estão dispostos a seguir as regras”, atesta.

A Funtrab, órgão vinculado a Sedhast, realiza com muita propriedade a missão de aproximar os candidatos das vagas existentes no mercado. Além disso desempenha seu papel na inserção social, orientando empresas para que cumpram a legislação vigente sobre a necessidade de contratarem número mínimo de pessoas com deficiência em seus quadros. Para isto, o Serviço Social da Fundação conta com duas assistentes sociais que buscam realizar esta inclusão social o ano todo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ASSEMBLEIA
Adicional a contratados do Sistema Penitenciário segue para sanção
CAMPO GRANDE
Polícia recolhe tamanduá-bandeira, coruja e gambá no meio da cidade
MATO GROSSO DO SUL
Decreto autoriza doação de bens móveis para combate ao coronavírus
COVID-19
Defensoria Pública se explica sobre atuação durante pandemia em Dourados
PANDEMIA
MS tem 26 mil recuperados da Covid-19, mas há 5,2 mil casos ativos e 544 morreram
RURAL
Safra deste ano deve ser 3,8% superior à de 2019, prevê IBGE
PANDEMIA
Dourados confirma mais dois óbitos por coronavírus; um deles de município vizinho
POLÍTICA PÚBLICO PRIVADA
Modelo de negócio da PPP será apresentado pela Sanesul nesta terça
ASSEMBLEIA DE MS
CCJR é favorável a tramitação da proposta que cria adicional de risco de vida
DOURADOS
Vereador quer reabertura de parques e volta das atividades esportivas

Mais Lidas

REGIÃO
Professora morre ao ter moto atingida por carro
DOURADOS
Suspeito de atropelar motociclista durante racha na BR-163 se apresenta à polícia
DOURADOS
Acidente entre carro e moto deixa homem em estado gravíssimo
FRONTEIRA
Ex-lutador de MMA é executado a tiros em confraternização