Menu
Busca domingo, 29 de março de 2020
(67) 9860-3221

FI-FGTS vai ampliar investimentos em infraestrutura em 2013

08 fevereiro 2013 - 17h05

O Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FI-FGTS) vai disponibilizar, em 2013, R$ 9 bilhões para investimento em infraestrutura. O Fundo, gerido pela CAIXA, terminou 2012 com oito novos investimentos, que representaram um total de R$ 4,4 bilhões distribuídos entre os setores de energia, portos, rodovias, ferrovias e hidrovias. Desde a sua criação, em 2007, o FI-FGTS já investiu R$ 22,4 bilhões em infraestrutura.

De acordo com o presidente do Comitê de Investimento do FI-FGTS e representante da sociedade civil, Jacy Afonso, as perspectivas de investimento para 2013 são favoráveis, com o Fundo contando com mais de R$ 9 bilhões disponíveis para novos investimentos. “O panorama para o setor de infraestrutura em 2013 está em linha com o cenário do setor em 2012, onde a taxa de juros real atingiu mínima histórica impulsionando a emissão de títulos de dívida privada pelas companhias de infraestrutura. Além disso, o governo tem realizado iniciativas para criar alternativas para o financiamento de longo prazo, a economia aponta sinais de retomada da trajetória de crescimento e, por fim, vultosos investimentos em infraestrutura estão previstos, como os anunciados pelo Programa de Investimentos em Logística, o que deve impulsionar novos desembolsos do FI-FGTS”, comentou o presidente.

O FI-FGTS está atualmente analisando mais de 20 operações nos mais diversos setores, que representam aproximadamente R$ 5 bilhões em novos investimentos. “O FI-FGTS se posicionará como importante agente financeiro para apoiar os vencedores dos leilões no âmbito do Programa de Investimentos em Logística – PIL, que prevê investimentos de R$ 133 bilhões nas novas concessões de Rodovias e Ferrovias. O Fundo tem condições competitivas que podem complementar com outras fontes de financiamento e agregar valor aos relevantes projetos que serão leiloados. Além dos 20 projetos já em análise, os projetos do PIL já estão no foco de análise dos membros do comitê para 2013”, disse Jacy.

O FI-FGTS avalia os leilões das novas concessões de rodovias e ferrovias que acontecerão em 2013 como uma excelente oportunidade de diversificar as suas aplicações. Além disso, o Fundo estará aberto às negociações com os vencedores dessas licitações de forma a avaliar as diversas possibilidades de participação nos projetos, tanto com financiamento, quanto com participação acionária. “O FI-FGTS considera em seus investimentos, além da viabilidade econômico-financeira, a relevância estratégica para o país, o nível de geração de empregos e os impactos socioambientais”, comento Jacy Afonso.

FI-FGTS:

Um dos maiores fundos de investimento em infraestrutura do mundo, o Fundo de Investimento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço, FI-FGTS, foi criado para ampliar o escopo e as formas de aplicação dos recursos do FGTS, que passaram a ser realizadas, também, em empreendimentos dos setores de energia, rodovia, ferrovia, porto e saneamento por meio de instrumentos do mercado financeiro. O volume e a natureza dos investimentos o tornam agente fundamental para o desenvolvimento sustentado da economia brasileira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro dá passeio em Brasília após Mandetta enfatizar isolamento
ACIDENTE
Motociclista morre ao colidir em touro em cidade do interior
ESTAVA NA PED
Mato-grossense é preso com por tráfico de drogas em Dourados
NOTA PREMIADA
Lista de ganhadores já está disponível para consulta
DOURADOS
Homem entra em veículo e anuncia assalto com arma de brinquedo; vídeo
COVID-19
Casos de coronavírus no Brasil em 29 de março
COXIM
Jovem de 17 anos esfaqueia tio por causa de buzina de carro
PANDEMIA
Ex-técnico René Simões testa positivo para o novo coronavírus
TRÊS MESES
Governo prorroga receitas de medicamentos da Casa de Saúde
74 ANOS
Bahia registra primeira morte de paciente com coronavírus

Mais Lidas

COVID-19
Saúde confirma coronavírus para mulher internada em Dourados e casos chegam a 28 em MS
COVID-19
Dourados confirma primeiro caso do novo coronavírus
COVID-19
Mulher de 52 anos é o 2º caso de coronavírus em Dourados, total no Estado é de 31
DOURADOS
Sindicato emite nota e diz que empregados foram obrigados a participar de ato