Menu
Busca quinta, 16 de julho de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Douradense pode economizar quase R$ 50 na carne de primeira e até R$ 17 na de segunda

05 dezembro 2019 - 11h13Por André Bento

Douradenses dispostos a pesquisar preços podem ter economia de quase R$ 50,00 no quilo do filé mignon e de até R$ 17,00 na ponta de peito. Isso é o que revela pesquisa realizada pelo Procon (Programa Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor) em 18 estabelecimentos de Dourados na quarta-feira (4).

No dia 25 de novembro, em visita à cidade para inauguração do complexo industrial da Coamo, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, afirmou que a alta da carne bovina no mercado interno ocorre por um momento passageiro de equilíbrio da cadeia produtiva. Mas ela reconheceu que não será mais possível pagar os preços de dois meses atrás e sugeriu até que o Brasil importe o produto para equilibrar o mercado.

Após essa declaração, o Dourados News consultou as pesquisas divulgadas pelo Procon ao longo do segundo semestre de 2019 e apurou que o quilo da carne de segunda ficou pelo menos R$ 5,00 mais caro de novembro a dezembro.

Em julho, o programa indicava preços entre R$ 7,99 e R$ 19,99 do quilo da carne de segunda. Eles oscilaram de R$ 9,90 a R$ 18,99 em agosto, e permaneceram estáveis em R$ 9,90 e R$ 19,90 entre setembro e outubro. Em novembro, foi apurada uma pequena alta, que fez os valores chegarem a R$ 10,98 e R$ 20,99 nos estabelecimentos de menor e maior preços.

Nesta quinta-feira (5), foi divulgado levantamento mais abrangente, focado nas carnes bovina, suína, de aves e ovinos.

No caso da bovina de primeira, a maior variação de preços foi constatada no filé mignon, de 140,66%. O quilo mais caro é vendido a R$ 83,99 em um supermercado na Avenida Marcelino Pires, próximo ao Terminal Rodoviário Renato Lemes Soares. O mais barato, a R$ 34,90, num açougue localizado na Hayel Bon Faker, no Jardim São Pedro.

Já entre as carnes bovinas de segunda foi observada diferença de 100,06% nos valores praticados entre estabelecimentos comerciais. Por R$ 33,99 é comercializado o quilo em mercado na Rua Major Capilé, na Vila Maxwell, e por R$ 16,99 no açougue do Jardim São Pedro.


Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Matrícula dos aprovados na primeira chamada do Sisu começa hoje
CORUMBÁ
Rapaz invade casa da ex e mata namorado dela a facada
CAMPO GRANDE
Homem é executado durante a madrugada em favela
PANDEMIA
Com 39%, Dourados registra taxa de isolamento mais baixa da semana
POSTO CAPEY
Mulher é presa carregando drogas em táxi na BR-463
TRÂNSITO
Motociclista tenta ultrapassagem, é atingido por caminhão e morre
DOURADOS
Decreto criando o Comitê de Gerenciamento de Crise da Covid-19 completa quatro meses
LEGISLATIVO DE MS
Deputados devem apreciar seis matérias nesta quinta-feira
BR-463
Jovem é presa em barreira sanitária após ser flagrada transportando drogas em ônibus
CLIMA
Dourados segue com amplitude térmica superior a 10 graus

Mais Lidas

DOURADOS
Criança baleada por atirador em noite sangrenta morre no hospital
PANDEMIA
Prefeita de Dourados, Délia Razuk testa positivo para coronavírus
INFORME PUBLICITÁRIO
Chama reinaugura supermercado em novo endereço com novidades e promoções
DINHEIRO PÚBLICO
Gaeco faz operação em Dourados e vai à casa de ex-secretária de Saúde