Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Douradense destinou 43% do salário mínimo para cesta básica

17 fevereiro 2016 - 15h50

O consumidor douradense destinou quase metade de um salário mínimo para adquirir os produtos da cesta básica no mês de janeiro, é o que mostra a primeira pesquisa realizada por acadêmicos do curso de Ciências Econômicas da Face (Faculdade de Administração, Ciências Contábeis e Economia) da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados).

O levantamento de preços foi realizado entre os dias 30 e 31 de janeiro e mostra que a soma dos valores médios dos produtos pesquisados é de R$ 377,69 o que equivale a 42,92% do salário mínimo vigente, de R$ 880.

Dentro da pesquisa realizada pelos acadêmicos, também foi constatado que o valor da cesta básica no município aumentou em janeiro, 5,95% em relação ao mês de dezembro.

Os produtos pesquisados são os que compõem a relação da Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), como açúcar, arroz, banana, batata, café, carne, farinha de trigo, feijão, leite, margarina, óleo, pão francês e tomate.

NACIONAL

Ainda conforme o estudo, a partir dos dados do Dieese, a variação média nacional foi de uma elevação dos preços de 8,24%. Dentre as capitais, o maior custo da cesta básica foi registrado em Brasília com R$ 451,76; seguida de São Paulo R$ 448,31.

No Rio de Janeiro o preço estava em R$ 448,06 e Vitória 438,42. Os menores valores médios foram verificados em Natal com R$ 329,20; Maceió R$ 337,32 e Rio Branco R$ 341,53.

A capital que teve o menor aumento foi Curitiba, de R$ 391,78 para R$ 398,46 em um mês, um aumento de 1,70%.

“Observamos que a Cesta Básica douradense superou a algumas capitais de alguns Estados brasileiros como Natal, Maceió e Rio Branco”, relata o professor do curso de Ciências Econômicas da UFGD, Enrique Duarte Romero.

A maioria dos produtos apresentou elevação de preços considerável no mês de janeiro como foi o caso da carne com 21,71% e o açúcar, 12,25%.

Já os outros componentes que também tiveram aumento foram o arroz com 12%, pão francês 8,62%, café 7,55%, tomate 6,01%, feijão 5,40%, batata 4,56%, margarina 3,83%, óleo de soja 3,56% e leite 2,82%.

Os dois únicos itens que compõem a cesta básica que diminuíram de preços se comparado com dezembro foram a farinha de trigo com 2,48% e a banana com uma queda de 2,55% do seu preço.

“Apesar do aumento na maioria dos produtos como foi constatado, ainda compensa a pesquisa de preços antes de ir às compras destes produtos. Percebe-se uma diferença significativa entre um estabelecimento e outro, com isso, o gasto tende a diminuir para o bolso dos consumidores”, relatou o professor.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Empresário é multado em R$ 10 mil por retomar obra embargada
MS
Empresário é multado em R$ 10 mil por retomar obra embargada
BRASIL
MPT alerta para risco de fragilização e precarização do instituto da aprendizagem profissional
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
COVID-19
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
Covid-19 mantém 258 sul-mato-grossenses em leitos de UTI
PANDEMIA
Covid-19 mantém 258 sul-mato-grossenses em leitos de UTI
Estado aguarda atualização de 4,7 mil possíveis casos de Covid-19 nos municípios
PANDEMIA
Estado aguarda atualização de 4,7 mil possíveis casos de Covid-19 nos municípios
BRASIL
Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para obras inéditas
DOURADOS
Pré-matrículas na rede municipal vão de segunda a sexta-feira
PANDEMIA
Fiocruz negocia mais 15 milhões de doses de vacina da AstraZeneca
CLIMA
Em alerta, Dourados pode ter janeiro mais chuvoso da história
ESTADO
Startup de design investe em site para vender produtos sul-mato-grossenses

Mais Lidas

CENTRO
Primeiro acidente de trânsito com vítima fatal neste ano é registrado em Dourados
TRAGÉDIA
Segundo acidente de trânsito com vítima fatal é registrado em Dourados
TRAGÉDIA
Vídeo mostra momento exato de acidente com vítima fatal em Dourados
DOURADOS
Motociclista que morreu após colisão em cruzamento invadiu via preferencial