Menu
Busca quarta, 03 de junho de 2020
(67) 99659-5905
ECONOMIA

Dólar segue exterior, passa por correção e cai a R$3,18

Dólar segue exterior, passa por correção e cai a R$3,18

28 setembro 2017 - 18h20Por TERRA

Depois de subir 2 por cento em três sessões e encostar em 3,20 reais na véspera, o dólar terminou a quinta-feira em queda ante o real, acompanhando de perto o comportamento da moeda no exterior.

O dólar recuou 0,32 por cento, a 3,1828 reais na venda. Na máxima, ainda pela manhã, foi a 3,2007 reais e, na mínima, cedeu a 3,1778 reais. O dólar futuro tinha variação negativa de 0,30 por cento.

"Quando a moeda chega em 3,20 reais, acabam entrando vendedores. Junte esse fato ao recuo do dólar no exterior, a moeda aqui acabou acompanhando", explicou o gerente de câmbio da Treviso Corretora, Reginaldo Galhardo, para quem a moeda deve continuar oscilando entre 3,10 reais e 3,20 reais.

No exterior, o dólar cedia ante uma cesta de moedas após atingir a máxima de um mês mais cedo. Também registrava queda contra divisas emergentes como os pesos chileno, mexicano e o rand sul-africano.

O plano tributário de Donald Trump, anunciado na véspera, e a retórica mais "hawkish" do Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos, elevaram a probabilidade de uma alta de juros no país em dezembro para 70 por cento, ante menos de um terço há um mês.

Mais cedo, o dólar chegou a subir, com os investidores de olho na cena política doméstica, mais precisamente nas negociações para barrar na Câmara a segunda denúncia contra o presidente Michel Temer, notificado na última quarta-feira.

O Palácio do Planalto concentra seus esforços na derrubada dessa denúncia, negociando apenas questões que já estão em pauta, o que tende a levantar preocupações em torno do avanço da reforma da Previdência.

Na véspera, um dos assuntos delicados ao mercado, o programa de parcelamento de impostos, o Refis, teve seu texto-base aprovado pela Câmara, e o governo vai editar medida provisória prorrogando o prazo de adesão para 31 de outubro.

"A aprovação do texto-base da MP que cria o novo Refis...se deu após o governo ceder em alguns pontos às vésperas da votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer", destacou a Advanced Corretora em relatório.

O BC vendeu integralmente a oferta de até 12 mil contratos de swap cambial tradicional --equivalentes à venda futura de dólares-- no leilão para rolagem do vencimento de outubro.

Desta forma, rolou 6 bilhões de dólares do total de 9,975 bilhões de dólares que vence no mês que vem, uma vez que na sexta-feira, último pregão do mês, a autoridade não costuma realizar leilões de swap para não interferir na formação da taxa Ptax. Em novembro e dezembro não há vencimentos de swap, apenas em janeiro, com 9,137 bilhões de dólares.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

UM ANO
UEMS prorroga validade de Concurso Público para Professor
CAPITAL
Mulher é agredida a socos na frente de filho de 4 anos ao cobrar pensão
DOURADOS
Cartão de Estacionamento Rotativo para idoso tem validade vitalícia
JULGAMENTO
Tenente-coronel que matou o marido major irá a júri popular dia 19
POLÍTICA
Senado aprova PL que obriga cobertura de tratamento de câncer em casa
CAPITAL
Foragido usa nome do patrão ao ser internado, mas acaba descoberto
JUDICIÁRIO
Concessionária de energia deve ressarcir cliente por danos elétricos
COXIM
Funileiro que matou e comeu carne de homem usou coronavírus para liberdade
LOTERIA
Confira as seis dezenas da Mega-Sena, que paga R$ 45 milhões
REGIÃO
Comarca de Sonora não terá expediente na próxima sexta-feira

Mais Lidas

6ª VARA CÍVEL
Empresário vai à Justiça contra toque de recolher em Dourados
PANDEMIA
Com mais 27 casos, Dourados ultrapassa 300 confirmações de coronavírus
PANDEMIA
Novo epicentro, Dourados é a cidade com mais casos de coronavírus em MS
PED
Policiais penais frustram tentativa de fuga na Penitenciária de Dourados