Menu
Busca sexta, 17 de setembro de 2021
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Dólar fecha praticamente estável

04 agosto 2014 - 18h30

O dólar fechou praticamente estável ante o real nesta segunda-feira (4), na casa dos R$ 2,26, num dia marcado pela agenda carente de notícias relevantes e após o Banco Central sinalizar que deve rolar fatia maior dos swaps que vencem em 1º de setembro, destaca a Reuters.

A divisa dos Estados Unidos avançou apenas 0,09%, a R$ 2,2625 na venda, após chegar a R$ 2,2482 na mínima do dia, pela manhã. Segundo dados da BM&F, o giro financeiro ficou em torno de US$ 1 bilhão.

Na sexta-feira, a moeda tinha fechado em queda de 0,41%, a R$ 2,2605 na venda.

Mais cedo, o dólar registrou quedas maiores sobre o dólar, refletindo o alívio do investidores com a atuação do BC. A autoridade vendeu nesta sessão a oferta total de até 8 mil swaps cambiais, que equivalem a venda futura de dólares, no primeiro leilão para rolagem dos contratos que vencem em 1º de setembro.

Com isso, rolou cerca de 4% do lote total, equivalente a US$ 10,070 bilhões.
Se mantiver esse ritmo até o fim do mês, rolará cerca de 80% do lote de setembro, mais do que os 70% rolados no mês passado, mas ainda na estratégia de rolar entre 50% e 80% adotada desde março.

"O anúncio do BC deu alguma tranquilidade para o mercado realizar lucros depois de toda a movimentação da semana passada (quando registrou valorização de 1,48%)", afirmou à Reuters o gerente de câmbio da corretora Fair, Mario Battistel.

"O dólar deve voltar a cair um pouco, agora. Talvez não volte aos R$ 2,20, mas pelo menos aquela pressão de alta perdeu força", acrescentou.

Nas atuações diárias, o BC continuou vendendo a oferta integral de até 4 mil swaps, com volume equivalente a US$ 198,9 milhões. Todos os contratos vendidos vencem em 2 de fevereiro. Também foram ofertados swaps para 1º de junho, mas nenhum foi colocado.

Também ajudava a trazer alívio ao câmbio o ambiente global mais tranquilo, após uma semana de intensa pressão, que impulsionou a divisa dos EUA acima do teto informal de R$ 2,25.

O dólar vinha oscilando entre R$ 2,20 e 2,25 desde o início de abril, com breves exceções. Boa parte do mercado entende que esses níveis agradariam o BC por não prejudicarem a inflação ou as exportações.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
PARAGUAI
Com mandado de prisão em abertos, brasileiro é expulso do Paraguai
EDUCAÇÃO
UEMS regulamenta retomada gradual das atividades presenciais
FÁTIMA DO SUL
Homem grava vídeo para inocentar esposa: "Erro meu, bebi demais"
IMUNIZANTE
Sociedade Brasileira de Pediatria defende vacinação em adolescentes
Ambiental desmonta acampamento de caçadores às margens do Apa 
MEIO AMBIENTE
Ambiental desmonta acampamento de caçadores às margens do Apa 
NÚMEROS DA TRAGÉDIA
Brasil se aproxima de 590 mil mortes por Covid; média segue estável
DROGA
Paraguai destrói 36 toneladas de maconha que viriam para o Brasil
Cultura prorroga prazo para inscrição ao Auxilio Emergencial
CAPITAL
Jovem marca encontro, é estuprada e idosa presta socorro
Bolsas de sangue vindas do Ceará para MS chegam neste sábado

Mais Lidas

DOURADOS
Após denúncias, casal é preso por tráfico no Jardim Guaicurus
24 HORAS DE VACINA
Dourados terá 'viradão' da vacina para aplicar doses em cinco grupos
DOURADOS
'Trevo do DOF' terá viaduto de 40m e ficará pronto em oito meses
DOURADOS
Homem morre no hospital depois de ser atropelado na área central