segunda, 15 de julho de 2024
Dourados
10ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Dólar fecha em queda sobre o real nesta quinta, de olho em cena política

14 setembro 2017 - 18h20

O dólar fechou em queda após dia instável em relação ao real nesta quinta-feira (14), com os investidores ainda monitorando a cena política, à espera de eventual segunda denúncia contra o presidente Michel Temer pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, segundo a Reuters.

A moeda norte-americana caiu 0,72%, vendida a R$ 3,1155. Na semana, há alta acumulada de 0,68%. No mês e no ano, o dólar cai 1,02% e 4,13%, respectivamente.

"Embora esse risco (segunda denúncia) se coloque como potencialmente alto, a leitura de investidores é mais parcimoniosa, em especial pela noção predominante de que a Câmara deverá barrar a 2ª denúncia, assim como fez na 1ª", comentou a corretora H.Commcor em relatório.

A avaliação dos investidores é de que o presidente Michel Temer conseguirá barrar nova denúncia no Congresso, como já fez na primeira ocasião, o que alivia um pouco as tensões.

Ainda segundo a Reuters, as apostas sobre a nova denúncia cresceram depois que o Supremo Tribunal Federal (STF) rejeitou por unanimidade, na véspera, a arguição de suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, feita pela defesa do presidente Temer.

Janot deixa o cargo no final de semana, substituído por Raquel Dodge a partir de segunda-feira, o que limita o prazo para a nova denúncia.

O STF também decidiu por unanimidade na quarta-feira suspender o julgamento sobre um pedido feito pela defesa de Temer para paralisar uma eventual nova denúncia.

No exterior

Mais cedo, saíram dois dados mais fortes sobre a economia norte-americana, que poderiam reforçar apostas para uma terceira alta de juros no país ainda este ano, destaca a Reuters. O número de pedidos de auxílio-desemprego, por exemplo, surpreendeu ao cair na semana passada, mas os dados têm que ser relativizados porque foram impactados pelos furacões Irma e Harvey.

Já a inflação ao consumidor subiu 0,4% em agosto ante previsão de elevação de 0,3%. Mas uma das razões para a alta foi o avanço dos custos com gasolina, decorrentes do furacão Harvey, que fechou o fechamento temporário de refinarias.

O Banco Central brasileiro não anunciou qualquer intervenção no mercado de câmbio nesta sessão, por ora. Em outubro, vencem US$ 9,975 bilhões em contratos de swap cambial tradicional - equivalentes à venda de dólares no mercado futuro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Clínica do Rim é referência em nefrologia em Dourados e região
SAÚDE E BEM-ESTAR

Clínica do Rim é referência em nefrologia em Dourados e região

Foragido da justiça é preso após discussão com companheira em Dourados
CABECEIRA ALEGRE

Foragido da justiça é preso após discussão com companheira em Dourados

Consulta pública quer saber como está a saúde mental da juventude
MS

Consulta pública quer saber como está a saúde mental da juventude

NOVO HORIZONTE DO SUL

Motociclista tem pé decepado após acidente na rodovia MS-475

EDITAL

Edital de Convocação - Unimed

PRAZO

Programa de Monitoria da UFGD encerra as inscrições nesta 2ª-feira

CONCURSO

Itamaraty abre inscrições para 50 vagas e salário inicial de R$ 20,9 mil

JARDIM MONTE ALEGRE

Família procura por homem que desapareceu há quatro dias

SEU BOLSO

Abono salarial PIS-Pasep 2024 terá novo pagamento nesta segunda

REGIÃO

Comarca de Bataguassu seleciona estagiários de Direito

Mais Lidas

OPORTUNIDADE

Com recrutamento noturno, indústria abre 400 vagas de trabalho em Dourados

MS

Inscrições para o Curso de Libras EAD Nível I do 2º Semestre abrem dia 15 de julho

DOURADOS

Dupla acusada de furtar comércios e deixar prejuízo estimado em R$ 100 mil a empresários é presa

CLIMA

Ainda em alerta, sábado tem mínima abaixo de 8ºC e domingo deve ser mais 'gelado' em Dourados