segunda, 22 de julho de 2024
Dourados
28ºC
Acompanhe-nos
(67) 99257-3397
ECONOMIA

Dólar fecha em alta após dados de trabalho dos EUA

06 outubro 2017 - 17h35Por G1

O dólar fechou em alta nesta sexta-feira (6), após o resultado do relatório sobre o mercado de trabalho norte-americano de setembro.

A moeda norte-americana terminou a sessão em valorização de 0,19%, vendida a R$ 3,1586. Na semana, a moeda acumula alta de 0,10%. 

Os EUA perderam 33 mil postos de trabalho em setembro por conta dos furacões Irma e Harvey, mas a taxa de desemprego, contudo, caiu dois décimos, a 4,2%. Essa é a taxa mais baixa desde fevereiro de 2001. Os dados de agosto, porém, foram revisados para cima.

O resultado ajudará os investidores a calibrar as crescentes apostas de que o Federal Reserve, banco central norte-americano, vai elevar os juros nos Estados Unidos mais uma vez este ano, em dezembro.

"O furacão destruiu vagas nos estados por onde passou, mas a economia no geral parece estar indo muito bem. Assim, restam poucas dúvidas sobre a terceira alta dos juros deste ano em dezembro", justificou à Reuters o diretor da consultoria de valores mobiliários Wagner Investimentos, José Faria Júnior.

Os juros futuros passaram a precificar 93% de chances de uma alta de juros no encontro de 12 e 13 de dezembro, ante 83% antes dos dados.

Além disso, a taxa de desemprego, menos influenciada por esses fatores climáticos, caiu para 4,2%, a menor desde fevereiro de 2001. E o salário médio por hora cresceu 0,5% em setembro.

"A queda na taxa de desemprego pode persistir...para mais perto de 4% por algum tempo", escreveu o economista-chefe da empresa de pesquisas macroeconômicas Capital Economics, Paul Ashworth, segundo a Reuters. Após os números, o dólar saltou para a máxima em mais de dois meses contra o iene e para o maior nível em sete semanas contra o euro, subindo ante a cesta de moedas.

O dólar também operava em alta ante divisas de emergentes, como o rand sul-africano, o peso chileno e a lira turca.

Internamente, o cenário político continuava como pano de fundo, com os investidores ainda monitorando o andamento da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer.

Na véspera, ministro Luís Roberto Barroso, do STF, autorizou a procuradora-geral da República, Raquel Dodge, a tomar o depoimento do presidente no caso um decreto deste ano que mudou regras do sistema portuário.

Na sessão de quinta-feira, a moeda norte-americana subiu 0,67%, vendida a R$ 3,1524.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Polícia prende acusado de invadir residência de idosa enquanto ela dormia e furtar pertences
ROUBO

Polícia prende acusado de invadir residência de idosa enquanto ela dormia e furtar pertences

Banco Central faz ajustes para aperfeiçoar segurança do Pix
BRASIL

Banco Central faz ajustes para aperfeiçoar segurança do Pix

Seis anos após crime, indivíduo que matou homem em frente a lava-jato é preso
CAPITAL

Seis anos após crime, indivíduo que matou homem em frente a lava-jato é preso

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar
BRASIL

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar

Funcionário de fazenda é mordido por jararaca e desmaia durante socorro
POLÍCIA

Funcionário de fazenda é mordido por jararaca e desmaia durante socorro

BR-267

Traficante tenta fugir de abordagem policial e é apreendido com mais de 350 kg de entorpecente

FORÇA-TAREFA

Dez trabalhadores são resgatados de condições análogas à escravidão em MS

COOPERATIVISMO

Projeto Juventude Cooperativista realiza ação na Escola Dr. Sidney Guerra, em Erechim (RS)

CONECTIVIDADE

Dez voos semanais ligarão Paris e Rio de Janeiro

AGROPECUÁRIA

Proposta determina ressarcimento a produtor rural em caso de perdas decorrentes da falta de luz

Mais Lidas

VIOLÊNCIA

Para não divulgar fotos, padrasto obriga jovem a fazer sexo com ele

LOTERIA

Prêmio principal acumula e aposta de MS leva mais de R$ 58 mil na Mega-Sena

LOTERIA

Duas apostas de Dourados faturam mais de R$ 43 mil após Mega acumular mais uma vez

TURISMO

Descubra o Brasil pelos trilhos: roteiros ferroviários para as férias de julho