Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020
(67) 99659-5905
COTAÇÃO

Dólar comercial sobe 0,39% e fecha o dia valendo R$ 4,20

21 janeiro 2020 - 18h50Por G1

O dólar comercial subiu em relação ao real nesta terça-feira, dia 21 de janeiro, com investidores cautelosos quanto à disseminação de um vírus na China e monitorando declarações de autoridades no Fórum Econômico Mundial de Davos.

A moeda norte-americana subiu 0,39%, a R$ 4,2050. Veja mais cotações. Na máxima do dia, chegou a R$ 4,2159. Na mínima, marcou R$ 4,1832.

É o maior patamar de fechamento do dólar desde 3 de dezembro do ano passado, quando a moeda norte-americana foi cotada a R$ 4,2051. Neste ano, a moeda acumula alta de 4,87%.

No exterior, o clima foi de cautela, com os investidores evitando apostas arriscadas devido às crescentes preocupações com um surto de coronavírus originário da China. O temor acabou provocando uma corrida para as apostas em portos seguros.

"Além da óbvia preocupação com a saúde da população da região, e também global, os mercados adotam cautela, especialmente na China, tendo em vista potenciais impactos na atividade", disse em nota a Commcor DTVM.

O número de mortos pelo surto desse vírus na China subiu para seis nesta terça-feira, e as autoridades relataram um aumento em novos casos, com receios de que a cifra de infecção aumente ainda mais com as viagens de centenas de milhões de pessoas para o feriado chinês do Ano Novo Lunar.

Autoridades confirmaram que o novo vírus misterioso pode se espalhar entre humanos e disseram que 15 pessoas de equipes de saúde já foram infectadas, alimentando temores sobre uma pandemia internacional.

Nesta terça, os EUA confirmaram a primeira infecção por coronavírus. De acordo com a imprensa americana, um viajante da China foi diagnostiado em Seattle, cidade dos EUA.

"O surto de coronavírus pode causar um grande choque na demanda, principalmente no consumo de serviços", disse Stephen Innes, estrategista de mercado da AxiCorp, à Reuters.

Cena interna

No cenário doméstico, o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o Brasil deve anunciar a adesão ao acordo internacional de compras governamentais para permitir a participação de estrangeiros e, licitações e concorrências públicas no país, com condições iguais a brasileiros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Menina de seis anos tem nariz reconstruído após levar tiro de fuzil
FRONTEIRA
Menina de seis anos tem nariz reconstruído após levar tiro de fuzil
STF
Nunes Marques adia decisão sobre bloqueio de perfis por Bolsonaro
CAPITAL
Para traficar drogas, homem escondia maconha no guarda-roupa de filhos
FÓRMULA 1
Pietro Fittipaldi substituirá Grosjean na Haas e Brasil volta a F-1
DENÚNCIA
Mulher é presa por deixar filhos sozinhos para consumir drogas
UEMS
Inscrições para Mestrado e Doutorado em Recursos Naturais terminam na quinta
Mulher é presa levando droga ao filho em preso em dobra de cobertor
BANDEIRA VERMELHA
Conta de luz voltará a ter taxa extra a partir de amanhã, e a mais cara
Jovem encontrado morto no rio Aquidauana tinha 21 anos
BALANÇO
Desmatamento na Amazônia cresce 9,5% em um ano, aponta Inpe

Mais Lidas

DOURADOS
Primeira noite com novo toque de recolher tem flagrante de festa com 119 adolescentes
DOURADOS
Decreto é republicado por incorreção, agora com brechas para esporte coletivo e boliche
DOURADOS
Homem é preso com arma após ex-namorada correr até viatura da PM e denunciar ameaça
POLICIAL
Criminoso imita abordagem de polícia para cometer roubo em Dourados