Menu
Busca terça, 14 de julho de 2020
(67) 99659-5905
SEU BOLSO

Contas de energia atrasadas podem ser parceladas até esta sexta-feira

27 dezembro 2019 - 06h46Por Da Redação

Os consumidores de Mato Grosso do Sul com contas de energia elétrica atrasadas podem renegociar e parcelar o débito a até está sexta-feira, dia 27 de dezembro. Renegociações além de parcelar em até 60 vezes, tem condições de desconto de 100% dos encargos.

Até o dia 19 de dezembro, a Energisa, concessionária que administra a distribuição de energia elétrica na maioria das cidades do estado, informou que negociou com 10,4 mil pessoas, conseguindo acertar R$ 14,2 milhões em dívidas.

“Essa campanha tem como objetivo atender nossos clientes com uma ou mais faturas com mais de 30 dias em atraso, oferecendo oportunidade diferenciada para terminar o ano sem o nome negativado e evitando cortes de energia. Queremos fazer a diferença na vida dessas famílias”, explicou Jonas Ortiz, coordenador Comercial da Energisa.

A campanha ‘Receita de Mestre’ garante desconto de 100% dos encargos para pagamentos à vista e possibilidade de parcelamento em até 60 meses, com desconto de até 50% dos encargos e parcela mínima de R$ 20. As condições estão sujeitas a análise, e a negociação do pagamento dos débitos pode ser feita pelo titular, munido do documento de identificação.

Clientes interessados podem realizar as negociações pelo Call Center (0800 722 72 72) e também presencialmente nas agências de atendimento.

Em Campo Grande, Corumbá e Dourados o horário especial de atendimento das agências é das 8 às 12 horas.  As demais agências do estado funcionam das 7h30 às 11h30. Exceto em Douradina e Taquarussu, que estarão fechadas.

Cadastro na Tarifa Social

Os clientes que já fizeram a negociação e estão com a conta de energia em dia, podem se cadastrar na Tarifa Social de Energia Elétrica, garantindo economia de até 65% nas próximas faturas.

Essa tarifa especial é voltada para pessoas cadastradas em programas sociais do governo federal, desempregadas, autônomos como diaristas e pedreiros. O pré-requisito é que sejam pessoas de baixa renda e tenham o cadastro no NIS (Número de Identificação Social) ou NB (Número de Benefício) atualizado.

Em Mato Grosso do Sul, existe um número expressivo de famílias que têm o direito, mas ainda não fizeram o cadastro. Ao todo, 87 mil famílias estão aptas a obter o desconto. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
TJMS condena réu de tentativa de furto por resistência e desacato
ECONOMIA
Petrobras bate recorde na produção de diesel menos poluente
PANDEMIA
Secretarias municipais devem encaminhar resultados de testes rápidos da Covid-19 à SES
CALIFÓRNIA
Corpo de atriz de Glee é encontrado por oficiais
REGIÃO
Adolescente é apreendido pela PM pela décima vez em 2020
BRASIL
Mourão diz que desmatamento foi além do aceitável na região amazônica
EDUCAÇÃO
Feira científica de MS abre inscrições para alunos da rede pública e privada de todo o Brasil
REGIÃO
Quatro são autuados pela PMA por pesca ilegal no rio Sucuriú
COTAÇÃO
Dólar fecha em alta atento a cenário externo
REGIÃO
Barraca de atendimento a suspeitos de Covid-19 é rasgada por vândalos

Mais Lidas

DOURADOS
‘Deus no comando amem’: antes de crimes, atirador postou pregação religiosa
BARBÁRIE
Homem assassina ex, atira em crianças e se mata no altar de igreja em Dourados
DOURADOS
Atirador baleou criança de quatro anos na cabeça ao abrir fogo para matar ex-mulher
DOURADOS
Atirador chegou em igreja na hora da comunhão e entrou dizendo ter feito bobagem