Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
(67) 99659-5905
ICMS

Chega à AL proposta que deve baratear litro do diesel

17 junho 2015 - 11h23

O preço do litro de óleo diesel tende a cair R$ 0,15 para o consumidor sul-mato-grossense nos próximos meses. Isso porque o governo estadual apresentou nesta quarta-feira, dia 17 de junho, à Assembleia Legislativa, projeto de lei que reduz de 17% para 12% a alíquota de ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) sobre o combustível.

Segundo o site Midiamax, a proposta foi levada pessoalmente pelo governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), à casa de leis. “É uma atitude ousada, que fizemos mesmo com a retração da economia, mas esperada há muito tempo pelo setor”, disse ele.

O presidente da Assembleia, deputado estadual Junior Mochi (PMDB), espera acordo de lideranças para votar o projeto em regime de urgência, já que a redução deve ser começar a valer partir de 1º de julho. A título de experiência, deverá valer até 31 de dezembro próximo: “nossa intenção é manter depois”, emendou Reinaldo.

Para continuar valendo, a redução na alíquota deve refletir em aumento no consumo. Segundo dados do governo, o projeto resultará em perdas de receita da ordem de R$ 4 milhões a R$ 7 milhões ao mês, ao passo que o principal compromisso entre o Executivo e donos dos postos é conseguir elevar o volume de vendas ao consumidor final.

A estimativa de queda do preço na bomba, de R$ 0,15, foi citada por Mário Cesar Neves, da diretoria do Sinpetro (Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência), e deve ocorrer gradativamente tão logo o projeto seja aprovado. Segundo ele, a redução da alíquota traz igualdade com relação ao mercado competitivo – o governador citou, principalmente, os estados de São Paulo e Paraná.

O governo irá monitorar o mercado para identificar se, na prática, o projeto vai funcionar. “Esta medida abrange toda a cadeia produtiva, o comércio, a indústria, o agronegócio, e foi feita em cima da responsabilidade de todos. A redução vai chegar às bombas e, com o incremento no consumo, cobrir as perdas de receita”, observou o governador.

###Energia elétrica
Reinaldo também reiterou proposta de reduzir a alíquota de ICMS sobre a tarifa de energia elétrica. Segundo ele, estudos estão sendo feitos neste sentido.

O pedido do setor produtivo é reduzir a alíquota em 5%. O governador não falou em prazo, mas a previsão até o momento é que uma proposta seja formalizada ainda este ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CARACOL
Fazendeiro leva multa por desmatamento e exploração ilegal de madeira
EDUCAÇÃO
MEC publica edital para 50 mil vagas remanescentes do Fies
PANDEMIA
Com mais uma vítima fatal, Dourados se aproxima do centésimo óbito por Covid
ELEIÇÕES 2020
Número de candidaturas femininas apresenta aumento nas eleições deste ano
DEPUTADOS
Falta de consenso na Câmara adia instalação da Comissão de Orçamento
MEDIDAS SANITÁRIAS
Polícia flagra 'algazarra' com adolescentes e bebidas alcoólicas
PANDEMIA
Com novo feriado chegando, Saúde alerta para situação da Covid em MS
BRASIL
Financiamento Estudantil abrirá inscrições para 50 mil vagas remanescentes
DOURADOS
Convênio prevê 60 parcelas de R$ 215 mil para Missão Caiuá
CORUMBÁ
Mulher é autuada por atear fogo em resíduos na região do Pantanal

Mais Lidas

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
REGIÃO
Homem que disse ter encontrado mulher morta volta atrás e confessa feminicídio
LAGUNA CARAPÃ
Homem sente falta de esposa, vai procurar e a encontra morta em poço
DOURADOS
Festa com mais de cem pessoas é encerrada no Novo Horizonte