Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
(67) 99659-5905
RURAL

Cenário externo favorece a expansão da área plantada de soja em MS

28 setembro 2020 - 19h50Por Da Redação

A política do Governo de Mato G\rosso do Sul de estímulo à produção agrícola, com incentivos e oferta de crédito, aliada às condições favoráveis em termos de preço e demanda no mercado internacional, tem estimulado a expansão da área plantada de soja no Estado. Essa é avaliação do secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar).

Ao todo, o aumento na área plantada de soja foi registrado em 19 municípios sul-mato-grossenses: Juti, Bela Vista, Ponta Porã, Maracaju, Bonito, Aral Moreira, Terenos, Sete Quedas, Jaraguari, Bandeirantes, Campo Grande, Nova Alvorada do Sul, Rio Brilhante, Caarapó, Laguna Carapã, Ribas do Rio Pardo, Jateí, Anaurilândia e Iguatemi.

“Mato Grosso do Sul está ampliando, de forma robusta, sua área plantada de soja em 256 mil hectares para a safra 2020/2021. Passamos de 3,389 milhões de hectares para 3,645 milhões de hectares, aumento de 7,55%, segundo o levantamento da Aprosoja, com estimativa de safra de 11,5 milhões de toneladas de grãos nessa safra 20/21, mantendo produtividade em 53 sacos por hectare, sendo que 50% da produção já está comercializada. É importante frisar que é um processo sem desmatamento, baseado na substituição de pastagem ou da plantação de cana-de-açúcar pela soja”, informa Jaime Verruck.

De acordo com o titular da Semagro, “o Governo do Estado tem programas específicos de incentivos fiscais e fomenta a pesquisa, por meio do Fundems (Fundo para o Desenvolvimento das Culturas de Soja e Milho de Mato Grosso do Sul) para que os avanços em ciência, tecnologia e inovação na produção do grão cheguem ao produtor rural em forma de maior produtividade e rentabilidade. Além disso, com essa expansão da produção de grãos, o Governo teve que refazer o planejamento das estradas e pontes, através do Fundersul, que hoje tem sido direcionado para atender as demandas dessa nova expansão das nossas fronteiras agrícolas”.

Os recordes de produção das últimas safras também têm estimulado o setor de armazenagem de grãos em Mato Grosso do Sul. “Nós temos aplicado recursos na construção de estruturas de armazenagem, através do FCO - Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste, que é uma política de crédito que o setor dispõe. As Cooperativas também têm ampliado a sua margem de atuação e expandido a sua estrutura de armazenagem para essas novas áreas. Um exemplo ocorre em Bandeirantes, Bela Vista, Anaurilândia, assim como em outras áreas, onde as próprias cooperativas locais têm aberto novos armazéns para essas regiões e, consequentemente, gerando desenvolvimento e promovendo a geração de emprego”, finalizou Jaime Verruck.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORUMBÁ
Homem é assassinado a golpes de faca no abdômen e na cabeça
POLÍTICA
Nelsinho Trad recebe do Dnit garantia de R$ 41,2 milhões para obras em MS
POLÍCIA
Homem é preso após subornar policiais militares com "corrente de ouro"
SAÚDE
Profissionais da maternidade do HU recebem curso sobre imunização
CAPITAL
Motorista de carro que bateu em carreta morre após parada cardiorrespiratória
TECNOLOGIA
WhatsApp agora permite silenciar conversas e grupos; veja como fazer
TRIBUNAL DO JURI
Sobrinho que matou tio a tiros em conveniência sai livre de julgamento
JUSTIÇA
Lote de habitação popular deve ser quitado com falecimento de beneficiário
REGIÃO
PF prende golpista que enviou molho de tomate a cliente que pagou por celular
BRASIL
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior

Mais Lidas

DOURADOS
Carona de motociclista que morreu em acidente com carreta corre risco de ter perna amputada
DOURADOS
Vítima de acidente na Marcelino Pires morre na mesa de cirurgia
FEMINICÍDIO
Agredida a tijoladas, mulher morre em Dourados após nove dias de internação
POLÍCIA
Carona de motociclista que morreu em acidente é transferida para o Hospital Universitário